Saiba como acontece o processo de craqueamento catalítico

Por definição, craqueamento é a transformação por ruptura (cracking, quebra) de moléculas grandes em moléculas menores. Utilizado para transformar óleos pesados, de pequeno valor, em derivados de petróleo mais leves, como GLP e nafta, produtos de maior valor.

Desta forma, o craqueamento catalítico é realizado com a presença de catalisadores, que são partículas finamente divididas, que possuem a função de auxiliar na reação de craqueamento, aumentando sua eficiência sem interferir na reação.

O craqueamento catalítico é um processo de refino do petróleo utilizado para aumentar a produção de gasolina e GLP de uma refinaria através da conversão de frações pesadas, provenientes da destilação do petróleo (gasóleo e resíduos), em frações mais leves. Este processo é largamente utilizado em todo o mundo, uma vez que a demanda de gasolina em vários países é superior á dos óleos combustíveis. O craqueamento catalítico corrige o déficit da produção de gasolina e GLP, suplementando a diferença entre a quantidade obtida diretamente do petróleo e a requerida pelo mercado mundial crescente. De maneira bastante simplificada, o processo de craqueamento consiste em um reator, o riser; um ciclone, para separar as partículas de catalisador dos produtos; e um regenerador, onde estas partículas são reativadas pela queima do coque depositado sobre sua superfície.

Uma Unidade de Craquemento Catalítico Fluído, também conhecida como U-FCC, tem como objetivo a produção de alta octanagem. A U-FCC, ao contrário das unidades de destilação atmosférica e a vácuo, nas quais ocorria uma separação física em colunas de destilação ocorre também reações químicas, onde a carga da unidade é o gasóleo pesado, o qual entra em contato com minúsculos grãos chamados catalisador, à uma temperatura de cerca de 500ºc, ocorre então a quebra dos hidrocarbonetos longos, gerando uma mistura de hidrocarbonetos menores, que são a seguir separados em uma coluna de destilação.

No fundo é retirado resíduo aromático, no meio óleo leve e no topo uma mistura de gás combustível, GLP e gasolina que são enviados para a unidade concentradora de gases onde são separados, após sendo tratados para a retirada de compostos de enxofre.

Por Alexandre Guimarães, fonte: Nicomex

9 comentários:

Anônimo disse...

gostei, foi bastante útil pra mim, valeu.

Miquéias Miláry disse...

Adorei o poste, é bem explicativo e me ajudou muito.

Cris disse...

É objetivo e me ajudou muito, obrigada.

Anônimo disse...

muito bom o site

Anônimo disse...

valeu gente vcs tbm me ajudaram bastante para um trab. Mas vcs poderiam colocar qual é a principal função econômica do craqueamento..
Mesmo assim ficou muito legal.

Anônimo disse...

muito obrigado me ajudou muito!!!

Anônimo disse...

Muito bom o post, obrigada!

Anônimo disse...

MUITO BOM, OBRIGADA.

Anônimo disse...

Gostei bastante, sou estudante de Geologia e nunca tinha lido um post tão bem explicado a respeito do craqueamento do petróleo.

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Free Website templatesFree Flash TemplatesRiad In FezFree joomla templatesSEO Web Design AgencyMusic Videos OnlineFree Wordpress Themes Templatesfreethemes4all.comFree Blog TemplatesLast NewsFree CMS TemplatesFree CSS TemplatesSoccer Videos OnlineFree Wordpress ThemesFree Web Templates
Subir