GÁS HÉLIO PODE SER EXTINTO

O segundo elemento mais leve de todo o Universo pode estar com os dias contados. Trata-se do hélio, o gás com ponto de ebulição mais baixo - 267ºC abaixo de zero – e mais conhecido por ser utilizado para inflar balões de festa. No entanto, o hélio tem aplicações muito mais importantes, sendo usado na medicina, na geração de energia e na indústria espacial, por exemplo. Por isso, a expectativa de especialistas, de que o gás pode se extinguir em 25 ou 30 anos, ganha contornos alarmantes.

O assunto torna-se mais sério uma vez que o gás hélio é um recurso natural não-renovável e que não pode ser produzido artificialmente. Dessa forma, apesar de ser a segunda substância mais abundante do Universo – 24% da Via Láctea é formada por ela -, o hélio, na Terra, só pode ser encontrado através da exploração de rochas, juntamente com acumulações de petróleo e gás natural, principalmente nos campos do sudoeste americano. Esse processo lento de decomposição radioativa responde por todo o estoque de gás hélio no mundo.

No centro dessa relação de possível esgotamento do hélio na Terra estão os Estados Unidos. O país possui a maior reserva do mundo, localizada em Amarillo, no Texas, mas as previsões dão conta de que esse estoque estará todo vendido em 2015. Isso porque uma lei norte-americana, aprovada em 1996, determina que a reserva nacional deve estar toda comercializada neste ano, independentemente das oscilações do mercado.

Segundo o vencedor do prêmio Nobel de Física de 1996, Robert Richardson, a decisão tomada pelo governo dos EUA acabou tornando o hélio muito barato, desmotivando a reciclagem do gás. Ele afirma que, mesmo a maior reserva do mundo estando em subsolo americano, se estendendo por 320 km e um bilhão de metros cúbicos, o problema da extinção do hélio é global. Richardson chega ao ponto de sugerir que um balão de gás deveria custar US$ 100, para que refletisse o valor do hélio nele contido.

Aplicações do gás

O hélio é bastante utilizado em diferentes setores. Na medicina, ele é usado em variados exames, como a ressonância magnética, por exemplo. Já em detectores de infravermelho, que ajudam na segurança de aeroportos, o gás é essencial. Na geração de energia, sua forma líquida é essencial no resfriamento de reatores nucleares. Por fim, o hélio, na indústria espacial, é indispensável. Na Nasa, ele é utilizado em grandes quantidades para purificar o combustível de foguetes.

Nicomex Notícias – Redação
nicomex@nicomex.com.br

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Free Website templatesFree Flash TemplatesRiad In FezFree joomla templatesSEO Web Design AgencyMusic Videos OnlineFree Wordpress Themes Templatesfreethemes4all.comFree Blog TemplatesLast NewsFree CMS TemplatesFree CSS TemplatesSoccer Videos OnlineFree Wordpress ThemesFree Web Templates
Subir