IBP pede leilões e transparência

O presidente do IBP, João Carlos De Luca, cobrou, na cerimônia de abertura da 15ª edição da Rio Oil & Gas, a retomada dos leilões de áreas exploratórios da ANP. De Luca ainda apelou para que haja logo uma definição a respeito do novo marco regulatório do pré-sal, que está emperrado no Congresso e somente deve voltar a ser discutido após as eleições.

Para o presidente do IBP, o fato de a ANP não promover leilões de áreas exploratórias há quase dois anos gera descontinuidade para as companhias que já investiram no Brasil. Por outro lado, De Luca lembrou que a ausência de ofertas cria dificuldades para investidores que ainda não estão no país, mas querem entrar no setor petróleo brasileiro.

Em relação ao marco regulatório do pré-sal, o executivo deixou clara a posição do IBP sobre as mudanças que o governo quer promover, instituindo o modelo de partilha para essas áreas. “Não importa o regime, desde que seja transparente e beneficie a cadeia como um todo”, disse De Luca.

A maior edição

O presidente do IBP fez questão de frisar que a Rio Oil & Gas 2010 é a maior edição do evento desde que ele foi criado, em 1982. Segundo o executivo, há 1.300 expositores, de 26 países – na última edição, foram 1.200 expositores. A expectativa é que o evento atraia 40 mil visitantes, de pelo menos 51 países.

O IBP recebeu a inscrição de 1.096 sinopses de trabalhos técnicos. Foram selecionados 800 trabalhos, entre sessões orais e pôster, para apresentação, ante os pouco mais de 700 apresentados na Rio Oil & Gas 2008.

A parte de conferência da edição deste ano também cresceu. Se em 2008 foram apresentados 14 painéis, este ano a conferência terá 22, divididos em seis blocos – E&P, Abastecimento, Gás Natural, Responsabilidade Socioambiental , Perspectivas Jurídico-Econômicas e Biocombustíveis.

Por tudo isso, De Luca fez questão de ressaltar o momento favorável que o Brasil está vivendo. “Vivemos hoje com o pré-sal um momento semelhante ao que aconteceu quando descobrimos a Bacia de Campos, nos anos 70 e 80”, lembrou ele.

Participaram da conferência de abertura da Rio Oil & Gas 2010, além de De Luca, o governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral, o diretor geral da ANP, Haroldo Lima, o diretor de Abastecimento da Petrobras, Paulo Roberto Costa, representando o presidente da petroleira, José Sergio Gabrielli, entre outras autoridades e dirigentes de entidades do setor petróleo.

Fonte: Energia Hoje

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Free Website templatesFree Flash TemplatesRiad In FezFree joomla templatesSEO Web Design AgencyMusic Videos OnlineFree Wordpress Themes Templatesfreethemes4all.comFree Blog TemplatesLast NewsFree CMS TemplatesFree CSS TemplatesSoccer Videos OnlineFree Wordpress ThemesFree Web Templates
Subir