Libra tem até 8 bilhões de boe (barris de óleo equivalentes)

A área de Libra, no pré-sal da Bacia de Santos ainda não licitado pela União, contém volume recuperável de petróleo de até 8 bilhões de boe, o que a torna o maior prospecto do país junto com Tupi, no bloco BM-S-11. A informação é do secretário de Petróleo e Gás do MME, Marco Antônio de Almeida, que participa da abertura da Rio Oil & Gas 2010, feira e conferência que acontece até a próxima quinta-feira (16/9).

A ANP trabalha hoje com dois cenários para realizar o primeiro leilão de áreas da partilha de produção. Caso as eleições presidenciais sejam concluídas no primeiro turno, o entendimento do diretor-geral da agência reguladora, Haroldo Lima, é que o Congresso Nacional pode concluir a votação do marco regulatório até novembro, quando seria apresentado o edital do primeiro leilão.

Se as eleições forem para o segundo turno, a agência trabalha com a apresentação da proposta para o primeiro leilão para o final do ano ou início do próximo ano. “Temos que aguardar as definições políticas”, disse Lima.

O secretário do MME adiantou que a realização de licitações de partilha de produção será definida a partir da política de exportação de petróleo que será definida pelo CNPE e pela capacidade da indústria de fornecer equipamentos para a nova fronteira. "Hoje não temos no Brasil indústria para acompanhar. É fundamental aumentar essa capacidade de fornecimento", disse Almeida, para uma plateia repleta de empresários ligados ao setor petróleo.

Haroldo Lima não quis comentar o valor de um possível bônus de assinatura para Libra. Ele, contudo, admitiu que deveria ser algo superior a R$ 10 bilhões. “Isso é barato. Vamos licitar uma área que já tem descoberta. Isso muda tudo”, afirmou.

O diretor-geral da ANP também se mostrou confiante com o processo de atração de investidores para o leilão, mesmo tendo a Petrobras participação mínima de 30% garantida por lei. “Somente aqui na Rio Oil & Gas temos 43 empresas americanas buscando novas oportunidades. Isso mostra o interesse na área”, afirmou.

A agência também espera a definição das eleições para levar ao CNPE a proposta de edital para a 11ª rodada de licitações, que ofertará contratos no modelo de concessão e em áreas fora do pré-sal. Essa licitação pode ocorrer no primeiro semestre de 2011. “Os trabalhos já estão concluídos”, disse Lima.

Fonte: Energia Hoje

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Free Website templatesFree Flash TemplatesRiad In FezFree joomla templatesSEO Web Design AgencyMusic Videos OnlineFree Wordpress Themes Templatesfreethemes4all.comFree Blog TemplatesLast NewsFree CMS TemplatesFree CSS TemplatesSoccer Videos OnlineFree Wordpress ThemesFree Web Templates
Subir