SOBREOFERTA DE GÁS SERÁ GERADA COM O PRÉ-SAL

Em coletiva realizada nesta terça-feira, na Rio Oil & Gas, a Gas Energy, que presta consultoria no setor, anunciou a conclusão do seu processo de transformação em sociedade anônima. O anúncio, no entanto, acabou servindo como pano de fundo para a visão dos executivos sobre o mercado de gás natural no Brasil. Segundo a empresa, o cenário brasileiro, com a exploração do pré-sal, irá gerar sobreoferta a ponto de o país se tornar exportador de energia, uma vez que a demanda não irá acompanhar o movimento.

“O país, hoje em 13º no ranking (de produtores de petróleo), será um grande exportador de energia, mudando todo o cenário de negócios e a forma como nós, executivos do setor, pensamos essa realidade”, afirmou Marco Tavares, presidente do Conselho de Administração da Gas Energy S.A. Com essa realidade, o Brasil irá gozar de uma quantidade enorme de gás, mas terá, necessariamente, que elaborar uma solução para o escoamento da produção do pré-sal.

Diante dessa equação, surge a Lei do Gás, que, segundo a sócia-diretora da Gas Energy, Sylvie D’Apote, irá possibilitar que novas empresas construam gasodutos mais baratos, a partir do momento em que a produção irá necessitar de formas de escoamento para o pré-sal. Ela explica, respaldada por Marco Tavares, que o gás dessa nova fronteira será associado e, o que não for aplicado nas plataformas, nem reinjetado nos poços, terá que ser escoado. Além disso, Sylvie ressalta que as multas da ANP, pela nova Lei do Gás, serão fortes para o caso de desperdício de gás natural, podendo chegar a parada da produção de um campo.

Segundo a Gas Energy, a nova realidade do setor exigirá uma política energética séria. Por isso, a empresa elaborou um Programa de Desenvolvimento da Indústria de Gás Natural no Brasil, englobando seis propostas, para que o mercado de gás se torne competitivo. São elas: Plano Nacional de Transporte de Gás Natural, Programa de Geração Térmica a GN, Programa Nacional de Cogeração, Programa de GNV Nacional com Foco Grandes Cidades, Programa Substituição de Importação de Químicos e Revisão da Regulamentação. Dessa maneira, em cinco anos, o mercado poderá crescer de 3 a 4 vezes.

Nicomex Notícias – Redação
nicomex@nicomex.com.br

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Free Website templatesFree Flash TemplatesRiad In FezFree joomla templatesSEO Web Design AgencyMusic Videos OnlineFree Wordpress Themes Templatesfreethemes4all.comFree Blog TemplatesLast NewsFree CMS TemplatesFree CSS TemplatesSoccer Videos OnlineFree Wordpress ThemesFree Web Templates
Subir