Cientistas dos EUA dizem que parques eólicos afetam clima local

São Paulo - Um estudo sobre impactos gerados por parques eólicos, feito por cientistas americanos e publicado na revista Proceedings of the National Academy of Sciences, revela que a turbulência gerada pelos rotores provoca mudanças de temperatura na superficie do solo da região. A variação vai de 0,4 a 1,5 ºC, dependendo das condições atmosféricas. Quando estão localizados em zonas cultivadas, os parques eólicos podem afetar a produtividade agrícola. Somnath Baidya Roy, professor de ciências atmosféricas, trabalhou neste estudo junto com Neil Kelley, cientista chefe da National Wind Technology Center.

Roy já havia proposto um modelo que descrevia o impacto local de parques eólicos e Kelley havia coletado dados de temperatura num parque eólico em San Gorgonio, Califórnia (EUA) em 1989. Os dados foram colocados em um sistema de computador, capaz de realizar diversas simulações, que confirmaram as expectativas.

De acordo com Roy a turbulência é gerada quando os rotores giram, pois o ar que está em cima desce em direção a superfície e o ar que está na superfície é empurrado para cima. O estudo revelou que as áreas próximas às turbinas eram levemente mais frias durante o dia e mais quentes durante a noite do que as demais regiões, como descrito na ScienceDaily.

Em alguns lugares o aquecimento noturno poderia proteger contra geadas e estender a temporada de crescimento. Mas o aquecimento não significa necessariamente um benefício. O efeito analisado não altera o clima em escala global mas não deve ser desprezado localmente.

Os cientistas sugerem ajustes de design dos rotores para modelos que causem menor impacto e a utilização de turbinas eólicas mais eficientes, que afetem menos o clima local e possibilite um maior aproveitamento energético.

Algumas questões foram levantadas diante desse estudo, como o tipo de impacto que essas informações podem trazer para o desenvolvimento da energia eólica. Outro ponto questionado é se o aquecimento causado pelas turbinas não seria equivalente ao gerado pelos combustíveis fósseis.

Jonathan Scurlock, consultor da National Farmers Union, explica que, para a agricultura, a maior ameaça em termos de mudanças climáticas são resultados diretamente ligados a indústria de combustíveis fósseis e o desmatamento que aumentam a concentração de CO2 da atmosfera.

Fonte: Portal Exame

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Free Website templatesFree Flash TemplatesRiad In FezFree joomla templatesSEO Web Design AgencyMusic Videos OnlineFree Wordpress Themes Templatesfreethemes4all.comFree Blog TemplatesLast NewsFree CMS TemplatesFree CSS TemplatesSoccer Videos OnlineFree Wordpress ThemesFree Web Templates
Subir