DESENVOLVIMENTO DO ETANOL NO PAÍS DEPENDE DE QUALIFICAÇÃO

O setor de energia renovável está em pleno crescimento nos últimos anos e tem como grande desafio aumentar sua capacidade de produção para atender às demandas dos mercados interno e externo. Importantes investimentos estão sendo feitos pelas empresas do setor e a tendência é que cada vez mais sejam construídas novas usinas e realizadas expansões nas unidades já existentes, com a agregação de modernas tecnologias.

Um exemplo dessa expansão foi a recente inicialização da operação da nova fábrica da Cosan de açúcar e álcool, localizada no município de Caarapó, Mato Grosso do Sul, e que demandou investimentos de R$ 530 milhões. A fábrica já possui contrato de venda de energia de 143 mil megawatts/ hora (MWh) por ano. De acordo com a Cosan, o empreendimento gerou 2,1 mil empregos diretos e a empresa deu prioridade para a contratação de mão de obra local.

Nesse cenário, um esforço significativo na qualificação de pessoas para atender à demanda das empresas torna-se tarefa inadiável. Atualmente, assumir responsabilidades na agroindústria exige profissionais tão qualificados quanto aqueles que atuam em fábricas de alta tecnologia. Com o potencial de crescimento do etanol e as perspectivas futuras, a falta de profissionais capacitados é tida por especialistas como um dos principais gargalos do setor.

Segundo estimativas, as cem novas usinas que serão instaladas no país criarão mais de 1,2 milhão de empregos no período de cinco anos. O setor de bioenergia, consciente do desafio, está implantando programas de qualificação em parceria com instituições públicas e privadas. Visando a capacitação da mão de obra e o bom desenvolvimento de suas atividades, a Cosan ofereceu cursos de capacitação para os moradores da região da nova fábrica no Mato Grosso do Sul, chamado Curso Técnico em Açúcar e Álcool, que formou 130 alunos dos quais a empresa já contratou 30 profissionais.

Fruto da parceria entre a Secretaria de Educação do Estado do Mato Grosso do Sul, a Escola Estadual Professora Cleuza Aparecida Vargas Galhardo e a Cosan, o treinamento é dividido em quatro módulos com duração de um semestre cada e possui disciplinas como: Tecnologia de Fabricação do Álcool, Tecnologia de Fabricação do Açúcar, Máquinas e Equipamentos, Agricultura Aplicada, Desenho Técnico, Física Aplicada, Estatística e Informática. “Este é um setor em que o Brasil detém as melhores técnicas produtivas, por isto, acreditamos que o setor tem excelentes programas de qualificação e capacitação de mão de obra, em linha com as necessidades de sua indústria”, afirmou a empresa, através de sua assessoria, ao Nicomex Notícias.

Por Bruno Hennington
bruno.h@nicomexnoticias.com.br

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Free Website templatesFree Flash TemplatesRiad In FezFree joomla templatesSEO Web Design AgencyMusic Videos OnlineFree Wordpress Themes Templatesfreethemes4all.comFree Blog TemplatesLast NewsFree CMS TemplatesFree CSS TemplatesSoccer Videos OnlineFree Wordpress ThemesFree Web Templates
Subir