Itaú reduz em 29% preço alvo de ações da Petrobras

São Paulo - A Itaú Corretora reduziu em 29% o preço alvo das ações preferenciais da Petrobras, para R$ 38,20, e rebaixou a recomendação dos papéis de "acima do desempenho do mercado" para "em linha com a média de mercado", segundo relatório divulgado na segunda-feira.

É uma das primeiras avaliações do valor da companhia feitas no mercado após a bilionária capitalização do final de setembro, quando a empresa obteve cerca de R$ 120 bilhões.


O rebaixamento levou em conta a diluição depois da capitalização e o preço acima do esperado para o barril de petróleo utilizado no contrato entre governo e a União para as reservas de 5 bilhões de barris de petróleo na região do pré-sal da bacia de Santos.

Segundo o relatório assinado pelos analistas da Paula Kovarsky, Diego Mendes e Giovana Araújo, as principais mudanças no preço justo refletem a diluição depois da capitalização, já incluindo o exercício do lote suplementar, e a aquisição de 5 bilhões de barris a US$ 8,51, dois dólares acima da estimativa de seu valor justo para o barril.

Além disso, as justificativas abrangem a exclusão do campo de Júpiter e a redução da avaliação (valuation) de Iara, após a divulgação do relatório da consultoria Gaffney Cline, além de um WACC (custo médio ponderado do capital) mais alto, para refletir a nova estrutura de capital. A corretora ainda citou os ajustes da Petrobras às novas normas contábeis e a rolagem do preço justo para o fim de 2011.

Na avaliação do Itaú, com o aumento de capital, a Petrobras ficou mais cara que seus pares, com as ações sendo negociadas a um múltiplo de 11,1 vezes pelo critério Preço/Lucro (P/L, que dá uma indicação do prazo para o investidor reaver a aplicação), com um prêmio de 34% em relação às principais petrolíferas do mundo.

Embora o Itaú sempre tenha avaliado que os papéis da Petrobras deveriam, de fato, ser negociados com prêmio em relação aos concorrentes, a instituição apontou que os dois últimos anos reduziram a boa vontade do mercado em relação à Petrobras e o apetite dos investidores para pagar prêmios significativos, pelo menos neste momento.

A Itaú Corretora ainda elevou em 15,4% a previsão para o lucro líquido da Petrobras em 2011, para R$ 32,4 bilhões, enquanto a estimativa para a receita líquida subiu 5,6%, para R$ 206,1 bilhões.

O lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda, na sigla em inglês) da Petrobras deve somar R$ 65,24 bilhões no próximo ano, um aumento de 4,7% ante a previsão anterior, enquanto a projeção para a margem Ebitda de 2011 caiu de 31,9% para 31,7%.


(Reuters/Agência Globo)

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Free Website templatesFree Flash TemplatesRiad In FezFree joomla templatesSEO Web Design AgencyMusic Videos OnlineFree Wordpress Themes Templatesfreethemes4all.comFree Blog TemplatesLast NewsFree CMS TemplatesFree CSS TemplatesSoccer Videos OnlineFree Wordpress ThemesFree Web Templates
Subir