Coluna Eco Oil: A Importância de Relacionamentos Interpessoais na Formação de Equipes

Há alguns anos, acreditava-se que o sucesso profissional estava calcado, simplesmente, na obtenção de competências individuais. A carreira era avaliada pelas ascensões na hierarquia, em outras palavras, pelas promoções que o profissional obtinha. O mundo foi se transformando e, consequentemente, as empresas também e a velha crença no individualismo caiu, dando lugar à necessidade de se trabalhar em equipe, devido à multiplicidade de tarefas e a competitividade cada vez mais crescente.

Formar equipes passou a ser uma estratégia que agrega valor, uma vez que as pessoas passam a auxiliar no crescimento da empresa de maneira responsável e compromissada com os objetivos organizacionais.

Por isso relacionar-se é uma importante atividade para qualquer profissional no mundo atual; isto é, trabalhar corretamente os chamados relacionamentos interpessoais, com os superiores hierárquicos, com seus pares e com seus subordinados, sendo que um dos motivos dessa importância se deve ao fato desta habilidade ser imprescindível para a formação de equipes.

Neste sentido, representa desafio maior para os líderes, que devem auxiliar seus colaboradores a alcançar realização e satisfação pessoal, além de valorizar o trabalho realizado por eles e fazer com que tenham uma boa remuneração. Ao mesmo tempo, cabe a estes gestores trabalhar pela empresa, aumentando a produtividade e, no aspecto comportamental, buscar criar na organização um clima de lealdade, comprometimento e confiança. Portanto, não devem ser paternalistas, fazendo exageradas concessões ao time em detrimento dos resultados da empresa, nem exploradores, que tiram o máximo dos colaboradores sem a devida compensação.

Assim, os líderes devem estar cientes de que a formação de equipe passa por algumas fases importantes, que são:

• Seleção: escolha de cada profissional que irá integrar o time, verificando se possui, pelo menos, a qualificação necessária;

• Capacitação: verificam-se as necessidades de complementação na capacitação dos colaboradores;

• Integração: atividade que vai deixar claro os limites de cada um, o que podem ou não podem fazer, de forma a derrubar a insegurança em relação aos papéis, expectativas e regras a serem seguidas;

• Consolidação: busca-se trocar a competitividade pela cooperação, por meio da gestão de conflitos, que serão naturais, criando um ambiente harmônico;

• Amadurecimento: fase em que os membros da equipe deixam o individualismo e passam a trabalhar coletivamente.

Para chegar ao amadurecimento da equipe, podemos dizer que o ponto de partida é a atenção a alguns cuidados mínimos, que são:

• Comunicação: manter os integrantes da equipe constantemente informados sobre o que ocorre no ambiente externo e interno e, o mais importante, a evolução do trabalho executado e seus resultados;

• Atualização: constantemente promover condições para que os membros da equipe possam melhorar sua capacitação;

• Condições de trabalho: buscar melhorar o ambiente, em especial ouvindo os integrantes da equipe;

• Autonomia: transferir poder e responsabilidade na solução de problemas;

• Colaboração: apoiar a equipe, sendo um consultor e representante dela perante a direção da organização.

No que tange às questões comportamentais ou, especificamente, aos relacionamentos interpessoais, os gestores de equipes devem:

• Conhecer cada indivíduo da equipe;

• Saber como pode ser o comportamento grupal;

• Focar a energia da equipe na direção de ações e resultados;

• Promover a motivação da equipe, por meio de constantes estímulos;

• Buscar o comprometimento, lançando mão da participação, em especial, na tomada de decisões;

• Ser, efetivamente, parceiro, diminuindo o distanciamento.

O presente artigo não esgota o assunto, mas pode provocar uma importante reflexão, no sentido de melhorar a evolução profissional, ao nos relembrar de importantes necessidades profissionais: o trabalho em equipe e a atenção aos relacionamentos interpessoais - normalmente relegados a um segundo plano, em função da busca de conhecimentos técnicos.

Referência Bibliográfica:
Artigo de Álvaro Takei - Diretor de Ensino Digital da Brasiliano & Associados.


Os senhores devem estar se perguntando o motivo de eu estar postando um artigo tão comum encontrado na internet. O objetivo não é apenas mostrar o papel de um líder, mas sim demonstrar as outras pessoas que você é um líder. Isso é muito importante.

Talvez, nós não somos os líderes de certa equipe. Estamos começando de baixo. No entanto, podemos assumir um papel de líder dentro daquele grupo e o seu supervisor ou gestor irá notar que isso existe em você. Conseguem entender o que quero dizer?

É claro que não são todos que conseguem desempenhar o papel de líder. Podem possuir outro tipo de qualidade, mas não o de liderança. E existem aqueles que possuem o perfil de líder, mas nunca desenvolveram ou demonstraram o seu potencial porque a sua função ou o seu cargo na empresa não exigem este tipo de habilidade.

Senhores, minha dica: se possível, façam mais do que os seus cargos exigem. Mostrem-se merecedores daquela oportunidade.

E qual é o benefício de ter bons relacionamentos interpessoais? Pensem vocês mesmos. Quais são os benefícios de possuir uma boa convivência em seus ambientes sociais?

Vamos imaginar aquelas pessoas que não podemos ignorar em nossas empresas porque estas mesmas pessoas possuem um papel estratégico importante. Você tendo uma boa relação interpessoal com estas pessoas que tipo de benefício você poderá (teoricamente) usufruir?

Em certos momentos teremos que tomar decisões que não irão agradar a todos e serão nesses momentos que será importante contar com o respeito e apoio de todos.

Aos gestores de SMS ou as pessoas que desejam ingressar nesta área, ser um líder é a principal característica para se obter sucesso (além da fluência no inglês, no nosso caso, petroleiros) já que lidamos ou lidaremos com vários tipos de personalidades em nosso cotidiano.

A dica foi dada. Agora é com vocês.

Atenciosamente,
Leonardo D. Q. Motta
Estudante do 5° período do curso de Tecnólogo em Petróleo e Gás, Perito Ambiental e Assistente de SMS.
http://ecoil-leonardo.blogspot.com/

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Free Website templatesFree Flash TemplatesRiad In FezFree joomla templatesSEO Web Design AgencyMusic Videos OnlineFree Wordpress Themes Templatesfreethemes4all.comFree Blog TemplatesLast NewsFree CMS TemplatesFree CSS TemplatesSoccer Videos OnlineFree Wordpress ThemesFree Web Templates
Subir