Estado do RS quer fechar mais negócios com a Petrobras

Com a perspectiva de investimentos bilionários da Petrobras até 2013, podendo chegar a U$ 200 bilhões, o Sebrae/RS realizou ontem, no cais do porto da Capital, o Dia do Petróleo, um evento de aproximação entre potenciais fornecedores e grandes empresas públicas e privadas que operam nesse setor para estreitar suas relações comerciais, visando a negociações futuras. Para o superintendente do Sebrae/RS, Marcelo Lopes, é preciso ampliar a participação do Rio Grande do Sul neste cenário otimista. "Hoje o Estado tem uma participação de apenas 1,3% em venda de bens e de 0,9% no fornecimento de serviços no mercado de óleo e gás", comenta o dirigente.

O coordenador do Comitê de Competitividade em Petróleo, Gás e Energia da Fiergs, Marcus Coester, concorda que ainda é um número baixo. Segundo ele, para o Rio Grande do Sul o patamar razoável seria algo de 8% a 12% de participação. O secretário estadual da Ciência e Tecnologia, Eduardo Macluf, ressalta que eventos como o de ontem permitem que os empresários tenham uma melhor percepção para aproveitar as oportunidades apresentadas tanto nas compras públicas quanto no segmento de petróleo e gás.

O coordenador do Comitê de Competitividade em Petróleo, Gás e Energia da Fiergs, Marcus Coester, concorda que ainda é um número baixo. Segundo ele, para o Rio Grande do Sul o patamar razoável seria algo de 8% a 12% de participação.

No Dia do Petróleo, o grande destaque ficou por conta da Rodada de Negócios, reunindo 200 micro e pequenas empresas participantes dos Projetos Adensamento da Cadeia Produtiva do Petróleo, Gás e Energia, desenvolvidos pelo Sebrae/RS e Petrobras, e 20 grandes compradoras do setor, como Transpetro, Tractebel, Inova e TMSA, além da própria Petrobras.

Juntamente com essas atividades, o Sebrae/RS promoveu o Encontro de Oportunidade para Micro e Pequenas Empresas em Compras Governamentais (Fomenta), que abre a possibilidade de ampliar a participação das micro e pequenas empresas nas compras governamentais. Lopes aproveitou para informar que, atualmente, 236 municípios gaúchos possuem a Lei Geral das Micro e Pequenas Empresas regulamentada. Em 2009, somente três cidades do Estado adotavam a norma. O dirigente adianta que a meta é chegar ao final do ano com cerca de 300 municípios implementando a determinação.

Entre os benefícios previstos pela lei para as MPEs, está a preferência das compras públicas de até R$ 80 mil. Lopes acrescenta que a União também já utiliza a ferramenta. Agora, o trabalho do Sebrae está focado para que o governo do Estado a adote, pois ainda não foi regulamentada.

Um público em 250 pessoas presenciou, durante o Fomenta, oficinas de capacitação e palestras técnicas, tratando de temas como os procedimentos licitatórios de empresas âncoras federais e informações sobre o que é o Pregão Eletrônico com representantes do Banco do Brasil, Caixa Econômica Federal e Banrisul.

(Fonte: JOrnal do Commercio (RS)/Jefferson Klein

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Free Website templatesFree Flash TemplatesRiad In FezFree joomla templatesSEO Web Design AgencyMusic Videos OnlineFree Wordpress Themes Templatesfreethemes4all.comFree Blog TemplatesLast NewsFree CMS TemplatesFree CSS TemplatesSoccer Videos OnlineFree Wordpress ThemesFree Web Templates
Subir