PLANO DE NEGÓCIOS FAZ PETROBRAS ABRIR SEIS MIL VAGAS


Até o final de 2013, para atender a demanda da contratação de 26 sondas, 465 barcos de apoio e 53 plataformas a Petrobras deverá admitir cerca de 6 mil novos empregados, considerando os projetos vinculados ao Plano de Negócios 2010-2014, inclusive os do pré-sal da Bacia de Santos. O número de vagas é revisado periodicamente de acordo com as estratégias da companhia. Nessas seis mil vagas, não estão contemplados ainda, por exemplo, futuros projetos da empresa relacionados ao pré-sal como reflexo do novo Marco Regulatório aprovado no Congresso Nacional.

Essa implantação se deu especialmente pela reestruturação do Complexo Petroquímico do Rio de Janeiro (Comperj), em Itaboraí; e da Refinaria Abreu e Lima, em Pernambuco, que terão suas capacidades ampliadas. De acordo com a Petrobras, os números de vagas foram confirmados pelo Programa de Mobilização da Indústria Nacional de Petróleo e Gás Natural (Prominp). Segundo dados da empresa, que traz a distribuição regional dessas vagas para os setores de petróleo e gás, o número pulou de 207.643 para 212.638 vagas. Desse total, aproximadamente 28 mil oportunidades foram oferecidas recentemente na 5° seleção pública da empresa.

O presidente da Petrobras, José Sergio Gabrielli, lembrou que até o momento, o Plano Nacional de Qualificação Profissional (PNPQ) já treinou mais de 78 mil pessoas e até 2014 e espera qualificar as outras 212 mil para os níveis básicos, médio, técnico e superior em todo o país. Pelo calendário da Petrobras, o 6° ciclo deverá começar no segundo semestre de 2011. Segundo a assessoria de imprensa da estatal, entre as carreiras mais promissoras estão Técnico de Operação e Técnico de Manutenção, para o nível médio e para os cargos de nível superior, Engenheiro de Equipamentos e Engenheiro de Petróleo.

Rio de Janeiro abrirá o maior número de vagas
Um balanço feito pelo Prominp mostra que os estados que terão as maiores demandas de contratações, cursos e turmas são exatamente Pernambuco e Rio de Janeiro, que concentram os maiores pólos da indústria naval. Em nota, o Prominp informou que as obras do Complexo Petroquímico do Rio de Janeiro (Comperj), a ampliação da Refinaria Duque de Caxias (Reduc) e a indústria naval são as atividades com a maior procura de mão de obra no Estado do Rio de Janeiro.

No Rio de Janeiro, a empresa espera capacitar 37 mil trabalhadores em 137 turmas até 2014. Os cursos do Prominp qualificam para o mercado de petróleo e gás, ou seja, para a demanda das empresas fornecedoras do setor. No caso da Petrobras, a empresa exige que seus empregados atuem conforme os valores da companhia e atinjam o nível requerido para o seu cargo em cada uma das competências individuais exigidas de todos os empregados, além das específicas de cada cargo.

Por Rodrigo Leitão
rodrigo.leitão@nicomexnoticias.com.br

Fonte: Nicomex Notícias

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Free Website templatesFree Flash TemplatesRiad In FezFree joomla templatesSEO Web Design AgencyMusic Videos OnlineFree Wordpress Themes Templatesfreethemes4all.comFree Blog TemplatesLast NewsFree CMS TemplatesFree CSS TemplatesSoccer Videos OnlineFree Wordpress ThemesFree Web Templates
Subir