MAERSK COMPRA ATIVOS BRASILEIROS DA SK BRASIL


O grupo dinamarquês Moeller-Maersk informou na semana passada que pagará 2,4 bilhões de dólares pela parte brasileira da empresa sul-coreana SK Energy. Em nota, a companhia explicou que o negócio lhe dará acesso às promissoras reservas de petróleo brasileiras, vistas como algumas das maiores e mais importantes do mundo nos próximos anos. O acordo inclui as reservas de Polvo, Wahoo e Itaipu, das quais a Maersk possuirá 40%, 20% e 27%, respectivamente. Para a companhia, a compra reforça a posição do país como uma das regiões mais atraentes para a exploração e produção de petróleo.


Esse investimento vai contribuir significativamente para repor as reservas da Maersk Oil no longo prazo, expande a posição da companhia em uma das regiões mais atrativas para a indústria de exploração e produção (de petróleo), disse, em comunicado, o presidente do grupo Maersk, Nils S. Andersen. A empresa tem participações em blocos exploratórios no Brasil, alguns deles em parceria com a OGX. Com a compra da SK Brasil, além de fatia no campo produtor de Polvo, operado pela Devon, consegue participações nos blocos BM-C-30 e BM-C-32, na Bacia de Campos, onde Anadarko e Devon têm descobertas do pré-sal, ainda em avaliação.

Operações de aquisições de ativos petrolíferos no Brasil ganharam força este ano e somam quase US$ 20 bilhões após o anúncio da Maersk. O valor inclui os US$ 7 bilhões pagos pela British Petroleum (BP) para comprar campos da Devon no Brasil e no Cazaquistão, negócio ainda não aprovado pela Agência Nacional de Petróleo (ANP). Por meio desse tipo de operação, as gigantes chinesas Sinopec e Sinochem garantiram acesso a reservas brasileiras, em negócio fechado com a Repsol e Statoil.

Petrolíferas têm US$ 90 bi à venda
Mais de US$ 90 bilhões em ativos de petróleo e gás em todo o mundo estão sendo negociados no mercado, como resultado da aceleração de aquisições, segundo estimativas do setor. Puxado por iniciativas de grandes grupos petrolíferos visando seus ativos não essenciais, a onda de vendas acelerou bastante nos últimos dois anos, de acordo com a Derrick Petroleum Services, empresa de consultoria e pesquisas no setor.

O valor dos ativos no setor que estavam no mercado em meados de 2009 era de apenas US$ 20 bilhões e, no início de 2010, totalizava US$ 46 bilhões. A cifra superior a US$ 90 bilhões é ainda mais significativa por vir após uma enxurrada de aquisições nos últimos três meses deste ano. O salto na atividade acontece num momento em que as companhias petrolíferas internacionais, entre elas a BP, a Shell, a Exxon Mobil a ConocoPhillips colocaram pacotes substanciais de ativos no mercado.

Nicomex Notícias - Redação
nicomex@nicomex.com.br

Fonte: Nicomex Notícias

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Free Website templatesFree Flash TemplatesRiad In FezFree joomla templatesSEO Web Design AgencyMusic Videos OnlineFree Wordpress Themes Templatesfreethemes4all.comFree Blog TemplatesLast NewsFree CMS TemplatesFree CSS TemplatesSoccer Videos OnlineFree Wordpress ThemesFree Web Templates
Subir