Primeira fábrica de aerogeradores da Bahia será inaugurada em maio


A espanhola Gamesa inaugura, em maio, a primeira fábrica de aerogeradores da Bahia, que está sendo implantada no Polo Industrial de Camaçari. Com investimento inicial de R$ 50 milhões, a empresa vai gerar, nesta primeira fase, 60 postos de trabalho diretos, com mão de obra 100% baiana.

“Os trabalhadores serão baianos e 40% dos componentes dos aerogeradores, fabricados em 2011, serão nacionais. Para 2013 podemos garantir aos nossos clientes um mínimo 60% de nacionalização de nossos equipamentos”, afirma o diretor da Gamesa, Álvaro Carrascosa.

Antes mesmo de inaugurar a sua fábrica baiana, a Gamesa já tem algumas encomendas. A primeira delas deve ser entregue até dezembro: são 21 equipamentos (42 MW) para o Parque Dunas do Paracuru, no Ceará. Já para 2011, o faturamento previsto é de cerca de R$ 100 milhões.

Com fábricas na China, EUA, Índia e Europa, a Gamesa tem mostrado bastante agilidade em sua implantação no Brasil. ”As obras de construção da fábrica foram iniciadas em 7 de dezembro de 2010, uma semana após a assinatura de protocolo de intenção com o Governo da Bahia. Até o final de fevereiro, devem chegar quatro pontes rolantes, que vão servir para movimentar a carga de toda linha de produção da fábrica”, diz Carrascosa.

”A Secretaria da Indústria, Comércio e Mineração está acompanhando com muita atenção todos os empreendimentos de eólica. A Gamesa é fruto dos 34 projetos de parque eólicos que serão aqui implantados. O nosso desafio agora é atrair outras empresas da cadeia produtiva, contribuindo para o surgimento de um polo industrial da energia eólica na Bahia”, diz o secretário James Correia.

Oitenta por cento da produção de aerogeradores da Gamesa será destinada ao mercado interno e 20% para o exterior, com vendas de equipamentos para a Argentina, Chile e Uruguai. “A implantação do projeto no Brasil tem uma importância estratégica, pois servirá de base para o abastecimento da América Latina”, explica o diretor, que já prevê uma futura expansão: “Se os bons ventos soprarem a favor da Gamesa na Bahia, acredito que, no início de 2013, a empresa já comece uma ampliação”, aposta Carrascoza.

Além da Gamesa, a francesa Alstom está em fase de instalação, também em Camaçari, com investimentos previstos de R$ 50 milhões e geração de 150 empregos. A empresa começou a desembarcar no final do ano passado, no Terminal de Container (Tecon) Salvador, equipamentos destinados à construção do primeiro Parque Eólico da Bahia, no município de Brotas de Macaúbas. No total serão desembarcados 57 nacelles (motores) e 171 pás (hélices gigantes), que deverão começar a ser transportadas para o local do parque ainda em janeiro.

Terceiro maior estado em número de empreendimentos contratados nos leilões de energia renovável, a Bahia tem 34 projetos, todos em implantação, que somam R$ 4 bilhões, com previsão de gerar 3 mil novos empregos. Quando for iniciada a fase de operação, os parques eólicos irão acrescentar 997,4 megawatts à rede elétrica. Localizados na região Sudoeste, Central e no Vale do São Francisco, a previsão é de que 18 parques estejam em pleno funcionamento em setembro de 2012.

Fonte: Agência Lexpetrolea

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Free Website templatesFree Flash TemplatesRiad In FezFree joomla templatesSEO Web Design AgencyMusic Videos OnlineFree Wordpress Themes Templatesfreethemes4all.comFree Blog TemplatesLast NewsFree CMS TemplatesFree CSS TemplatesSoccer Videos OnlineFree Wordpress ThemesFree Web Templates
Subir