FPSO da Maersk parado

O FPSO Gryphon, da Maersk Oil, permanecerá fora de operação pelos próximos meses após danos no sistema de risers e tubulações, provocados por tempestades, na última sexta-feira (4/2), no Reino Unido. Na ocasião ocorreu movimentação da plataforma, com o rompimento de quatro das dez correntes de ancoragem.

Uma equipe está destacada para identificar a sequência exata dos eventos, que durou cerca de dez minutos. Dois rebocadores foram conectados à plataforma para auxiliar a manutenção do posicionamento enquanto a ancoragem é restabelecida. A conexão das correntes deverá ser concluída em breve, mas os reparos necessários no sistema de risers durarão meses.

O incidente não provocou derramamento de óleo, segundo a Maersk, que fiscalizou a região com navios, aeronaves e ROVs. Dois operários sofreram ferimentos leves, dos 117 que estavam a bordo no momento. Desse total, 74 foram deslocados para plataformas próximas e 43 profissionais essenciais permanecem no FPSO.

A plataforma produz óleo e gás dos campos de Gryphon, Maclure e Tullich, no Reino Unido. A produção projetada para o FPSO em 2011 era de 18,4 mil barris/dia.

Fonte: Energia Hoje

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Free Website templatesFree Flash TemplatesRiad In FezFree joomla templatesSEO Web Design AgencyMusic Videos OnlineFree Wordpress Themes Templatesfreethemes4all.comFree Blog TemplatesLast NewsFree CMS TemplatesFree CSS TemplatesSoccer Videos OnlineFree Wordpress ThemesFree Web Templates
Subir