Quando o mercado de carbono será realidade? - Leonardo Dias


Um dos principais objetivos do mercado de carbono é que cada país tem uma cota limite para emitir gás carbônico para a atmosfera. O país que consegue ficar abaixo desta cota pode vender sua porcentagem a outro país. A finalidade é a "simples" compensação.

Não sei se os senhores perceberam a importância que este tipo de mercado teria para o nosso país. Além da geração de milhares de empregos, a criatividade poderia aflorar, ultrapassando fronteiras do inimaginável. Nossa! Quanto exagero! Será exagero mesmo? Eu discordo. Pensem nas possibilidades. Inovação em tecnologias, possibilidade real de encontrar alternativas magníficas para a geração de energia em problemas que assombram a humanidade - nossos lixões por exemplo, a grande quantidade de receita gerada por nosso país... Acompanho países se movimentando - principalmente os integrantes da UE - enquanto o Brasil, como sempre, caminha preguiçosamente.

Está na hora de vivermos um novo mundo! Está na hora da revolução energética! Acorda Dilma!!!!
-
Quem tiver curiosidade, encontrei a lista de Bolsas de Carbono espalhadas pelo mundo no site Carbono Brasil - site muito bom por sinal!

• CCX - Bolsa do Clima de Chicago
• CCFE - Chicago Climate Exchange Futures - Subsidiária da CCX
• ECX - Bolsa do Clima Européia
• NordPoll (Noruega)
• EXAA - Bolsa de Energia da Áustria
• BM&F - Bolsa de Mercadorias e Fundos - (Atualmente trabalha apenas com o leilão de créditos de carbono)
• New Values/Climex (Alemanha)
• Vertis Environmental Finance (Budapeste)
• Bluenext - Antiga Powernext (Paris) - Formada pela bolsa de valores internacional NYSE Euronext e pelo Banco Público Francês Caisse des Depots após a compra das atividades de carbono da Powernext.
• MCX - Multi-Commodity Exchange (Índia) - Maior bolsa de commodities da Índia. Lançou em 21 de janeiro de 2008 contratos futuros para a negociação de RCEs (Reduções Certificadas de Emissão) com tamanho mínimo de 200 toneladas de CO2e.
• Outras bolsas tem planos quanto às negociações de créditos de carbono, como: Hong Kong Exchange e EEX (Bolsa de Energia Européia - Leipizig).

Países com registros de créditos de carbono já ligados ao International Transaction Log (ITL): Suíça, Nova Zelândia, Japão e Hungria.

Fonte: Eco Oil - Por: Leonardo Dias

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Free Website templatesFree Flash TemplatesRiad In FezFree joomla templatesSEO Web Design AgencyMusic Videos OnlineFree Wordpress Themes Templatesfreethemes4all.comFree Blog TemplatesLast NewsFree CMS TemplatesFree CSS TemplatesSoccer Videos OnlineFree Wordpress ThemesFree Web Templates
Subir