Petrobras investirá R$ 93 bilhões neste ano

O presidente da Petrobras, José Sergio Gabrielli, afirmou ontem que a previsão de investimento da estatal de petróleo para 2011 está mantida em R$ 93 bilhões, valor que pode oscilar 10% para cima ou para baixo.

O investimento da companhia no primeiro trimestre deste ano foi menor do que nos três primeiros meses de 2010. Gabrielli afirmou, no entanto, que a perspectiva é de recuperação nos próximos trimestres.

Sobre a demora na apresentação do plano de negócios para o período de 2011 a 2015, Gabrielli afirmou que ela se deve à complexidade do planejamento, que envolve 679 projetos de mais de US$ 25 milhões cada um e mais de 3 mil abaixo desse valor.

A revisão de um plano desses envolve o trabalho de mais de duas mil pessoas, que têm que avaliar projeto a projeto, comentou.

Segundo com Gabrielli, a maior parte dos investimentos está prevista para o pós-sal, em refinarias, fertilizantes e infraestrutura.

O presidente da Petrobras também afirmou que a estatal vai participar de leilão da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) de termelétricas movidas a gás natural, mas não deu detalhes sobre a estratégia a ser usada na disputa.

O executivo disse ainda que o Brasil não vai precisar importar gasolina até o fim do ano. "Nos próximos meses não teremos pressão de demanda muito grande, então não precisaremos importar", disse.

Segundo Gabrielli, a demanda por gasolina no mercado interno cresceu 19% em 2010. No primeiro trimestre deste ano, a demanda subiu muito pouco, quando ainda foi necessário importar o combustível, e "aparentemente está crescendo menos no segundo trimestre", de acordo com ele.

Gabrielli afirmou que o crescimento na demanda de combustível no primeiro trimestre do ano foi causada pela alta no preço do álcool, que estava em entressafra. Com a safra, ele afirma que o álcool deve recuar e parte dos consumidores deve deixar de optar pela gasolina.

De acordo com o presidente da Petrobras, a produção brasileira de combustível está em plena capacidade, o estoque é baixo e a decisão de importar é feita no curto prazo, com base na avaliação diária do consumo.

Fonte: Valor Econômico/Luciana Seabra | De São Paulo

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Free Website templatesFree Flash TemplatesRiad In FezFree joomla templatesSEO Web Design AgencyMusic Videos OnlineFree Wordpress Themes Templatesfreethemes4all.comFree Blog TemplatesLast NewsFree CMS TemplatesFree CSS TemplatesSoccer Videos OnlineFree Wordpress ThemesFree Web Templates
Subir