54 sistemas de produção até 2020


O novo Plano de Negócios da Petrobras (2011/2015) traz como meta para área de E&P a instalação de 54 novos sistemas de produção até 2020. Somente até 2015 serão instalados 19 sistemas, sendo 10 no pós-sal, 8 de pré-sal e 1 da cessão de onerosa (Franco), o que elevará a capacidade de produção da empresa em 2,3 milhões de bpd.


Entre os anos de 2015 e 2020, serão mais 35 novos sistemas de produção. Para se ter uma ideia do tamanho do desafio projetado pela Petrobras, a Bacia de Campos, que vem sendo desenvolvida pela empresa desde a década de 70, conta hoje com cerca de 50 unidades de produção instaladas.


Boa parte dos sistemas de produção que serão utilizados pela Petrobras até 2015 já está contratada. A empresa ainda licitará o sistema definitivo do prospecto de Aruanã, que prevê um FPSO com capacidade para 100 mil bpd em2013 e as jaquetas e o FPSO do projeto de Siri, que devem entrar em operação em 2014.


A novidade no pós-sal é a inclusão de uma unidade ara a produção de 40 mil bpd nos campos de Espadarte/Marimbá. O diretor de E&P da Petrobras, Guilherme Estrella, explicou que ainda não está decidido se a empresa utilizará uma plataforma subaproveitada para o sistema ou licitará um novo FPSO.


Também estão previstos 30 novos Testes de Longa Duração (TLDs) nos próximos cinco anos, sendo 13 na área do pré-sal da Bacia de Santos, sete nas áreas da cessão onerosa e 10 na região do pós-sal.


Grande parte da contribuição para o aumento da produção, no entanto, virá dos projetos do pré-sal. A participação da nova fronteira na produção da Petrobras no país passará dos atuais 2% para 18% em 2015. Para 2020, a estimativa é que o pré-sal represente 40,5% da produção da empresa.


“Nós estamos dizendo que nos próximos cinco vamos adicionar capacidade adicional equivalente ao que fizemos em 57 anos. A capacidade de produção vai crescer de maneira bastante significativa”, disse nesta segunda-feira (25/7) o diretor o presidente da Petrobras, José Sérgio Gabrielli, durante entrevista coletiva para detalhar o novo plano.


A Petrobras pretende encerrar o ciclo de investimentos com uma produção de 3,993 milhões de boe/d, sendo 3 milhões de barris de óleo, conforme antecipado pelo EnergiaHoje. Para 2020, a produção saltará para 6,41 milhões de boe/d, sendo 4,9 milhões de bpd de óleo.


A produção no pré-sal saltará de 543 mil bpd, em 2015, para 1,148 milhão de bpd, em 2020. Na área de cessão onerosa, onde Franco deve iniciar a produção de 13 mil bpd em 2015, são esperados 845 mil bpd no final da década.

Fonte: Energia Hoje

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Free Website templatesFree Flash TemplatesRiad In FezFree joomla templatesSEO Web Design AgencyMusic Videos OnlineFree Wordpress Themes Templatesfreethemes4all.comFree Blog TemplatesLast NewsFree CMS TemplatesFree CSS TemplatesSoccer Videos OnlineFree Wordpress ThemesFree Web Templates
Subir