Aneel aprova aquisição de projetos a gás natural pela MPX‏


A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) aprovou nesta terça-feira, dia 16 de agosto, a aquisição pela MPX, empresa de energia do Grupo EBX, do empresário Eike Batista, dos projetos da Bertin MC2 Joinville e MC2 João Neiva, detentores de autorizações para a construção de usinas termelétricas a gás natural, com capacidade total de 680 MW. A empresa construirá os empreendimentos no complexo de geração de energia do Parnaíba, no município de Santo Antônio dos Lopes, no interior do Maranhão. A MPX investirá cerca de R$ 980 milhões na construção das usinas, gerando 1.000 empregos diretos. A implantação do empreendimento, que deverá entrar em operação até janeiro de 2013, será iniciada nas próximas semanas. As usinas detêm contratos de 15 anos de duração para 450 MW médios, garantindo uma receita fixa anual de R$ 393,5 milhões. A MPX tem 70% do complexo, enquanto a Petra Energia é sócia com 30%. Com a previsão de início de construção da MPX Parnaíba no curto prazo, a empresa já iniciou um importante programa de capacitação em parceria com o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai) e prefeituras locais. Na semana passada, a empresa concluiu a qualificação de 198 pessoas e a meta é chegar a 500, para aumentar possibilidade de contratação de mão-de-obra local nas obras do complexo de energia.



Sobre a MPX

A MPX Energia é uma empresa diversificada de energia com negócios complementares em geração elétrica, mineração de carvão e exploração e produção de gás natural na América do Sul. A empresa tem um amplo portfólio de empreendimentos de geração térmica, que excede 14 GW de capacidade e a posiciona estrategicamente para se tornar uma geradora privada líder. A MPX possui também ativos de classe mundial de carvão de baixo nível de emissões, com recursos potenciais para suportar uma produção de 35 milhões de toneladas por ano, e com infraestrutura integrada, que inclui uma ferrovia de 150 km das minas à costa e um porto de águas profundas. O carvão produzido na Colômbia será comercializado no mercado internacional, além de suprir as plantas da MPX no Brasil e no Chile. As usinas de geração da MPX serão também as principais consumidoras do gás natural produzido nos blocos terrestres da Companhia, que tem recursos riscados estimados superiores a 11 Tcf.

Fonte: Agência EBX

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Free Website templatesFree Flash TemplatesRiad In FezFree joomla templatesSEO Web Design AgencyMusic Videos OnlineFree Wordpress Themes Templatesfreethemes4all.comFree Blog TemplatesLast NewsFree CMS TemplatesFree CSS TemplatesSoccer Videos OnlineFree Wordpress ThemesFree Web Templates
Subir