Instituições Convenviadas ao Programa Petrobras


Ontem (14.11.11), o Portal QG do Petróleo divulgou uma lista contendo as 34 instituições participantes do Programa Petrobras de Formação de Recursos Humanos (PFRH). Ao todo são 10500 bolsas de estudos para nível técnico, ensino superior, mestrado, doutorado e doutorado depois da qualificação da tese. Segue abaixo a lista com as instituições participantes:

UFPA – Universidade Federal do Pará
UFCG – Universidade Federal de Campina Grande
UEMS – Universidade Estadual do Mato Grosso do Sul
UESB – Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia
UFJF – Universidade Federal de Juiz de Fora
UnB – Universidade de Brasília
Unimontes – Universidade Estadual de Montes Claros
IFCE – Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará
IFS – Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Sergipe
IFRJ – Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio de Janeiro
IFBA – Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Bahia
IFBaiano – Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Baiano

PUC-Rio – Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro
UTFPR – Universidade Tecnológica Federal do Paraná
UFF – Universidade Federal Fluminense
UFRJ – Universidade Federal do Rio de Janeiro
UFRGS – Universidade Federal do Rio Grande do Sul
FURG – Universidade Federal do Rio Grande
UFRN – Universidade Federal do Rio Grande do Norte

UFPR – Universidade Federal do Paraná
UFSC – Universidade Federal de Santa Catarina
UFPE – Universidade Federal de Pernambuco

UFBA – Universidade Federal da Bahia
UNESP – Universidade Estadual Paulista
UERJ – Universidade Estadual do Rio de Janeiro
UENF – Universidade Estadual do Norte Fluminense
Unicamp – Universidade Estadual de Campinas
USP – Universidade de São Paulo
UNIFEI – Universidade Federal de Itajubá
IMPA – Instituto Nacional de Matemática Pura e Aplicada
IFF – Instituto Federal Fluminense
IFMA – Instituto Federal do Maranhão
IFPE – Instituto Federal de Pernambuco
IFRN – Instituto Federal do Rio Grande do Norte

Fonte: QG do Petróleo

Petrobras dará bolsa de até R$ 2.278 para estudantes

Estudantes das áreas de Petróleo, Gás e Biocombustíveis terão acesso a 10.500 bolsas de estudo em 34 instituições de ensino superior e técnico do País. Os benefícios variam de R$ 350 (nível técnico) a R$ 2.278,20 (doutorado). As oportunidades surgem da parceria firmada ontem entre a Petrobras e os centros de estudo. A petrolífera vai oferecer as chances por meio do Programa Petrobras de Formação de Recursos Humanos, criado em 2010 com 22 instituições parceiras e ampliado este ano. Agora são 34 conveniadas.

O programa recebeu investimento de aproximadamente R$ 200 milhões. A intenção da estatal é fomentar o mercado de trabalho: “Para dar conta dos investimentos previstos pela Petrobras e para a enorme carteira de projetos, é fundamental investir em capacitação de pessoas”, diz o gerente executivo de Recursos Humanos da Petrobras, Diego Hernandes.

As instituições participantes receberão investimentos de infraestrutura, criação de programas de educação e participação em congressos. Os valores das bolsas variam de R$ 350 para nível técnico, R$450 para graduação, R$1.248,60 para mestrado e R$ 1.840 para doutorado (antes da qualificação da tese) e R$ 2.278,20 (depois da qualificação da tese).

Instituições parceiras farão triagem

Os estudantes interessados em participar do Programa Petrobras de Formação de Recursos Humanos (PFRH) passarão por triagens próprias de cada instituição parceira. De acordo com a estatal, o aluno que estiver matriculado em algum curso do setor de Petróleo, Gás ou Biocombustível nessas unidades, deve procurar o gestor da instituição de ensino para se informar quanto ao processo de adesão ao programa.

As bolsas serão repassadas em 2012, cabendo à cada universidade ou instituto a formulação de seu próprio prazo para inscrição e seleção dos alunos interessados. Para o superintendente de Pesquisa e Planejamento da Agência Nacional de Petróleo, Elias Ramos de Souza, a cláusula de pesquisa e desenvolvimento dos contratos de concessão tem propiciado recursos para o setor.

“A inovação e o desenvolvimento tecnológico só acontecem por causa das pessoas, e este é o desafio que está colocado para a ANP e a Petrobras, que é formar mais geólogos, engenheiros e técnicos em todo o País", ressaltou Souza.

Estatal lucra R$ 28 bi em nove meses

A Petrobras anunciou ontem lucro líquido de R$ 28,3 bilhões nos primeiros nove meses do ano. O resultado é 15% maior, se comparado ao registrado no mesmo período de 2010. Já no terceiro trimestre do ano, a estatal registrou lucro líquido de R$ 6,336 bilhões — queda de 26% em relação ao mesmo trimestre ano passado. Na comparação com o segundo trimestre deste ano, houve baixa de 42%.

O diretor financeiro e de Relacionamento com Investidores da estatal, Almir Barbassa, ressaltou que, no acumulado do ano, a produção nacional subiu 2%, alcançando a média de 2,363 milhões de barris de óleo ao dia. A receita de vendas subiu 4%, para R$ 64,179 bilhões. A estimativa era de R$ 62,7 bilhões.

Fonte: O Dia

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Free Website templatesFree Flash TemplatesRiad In FezFree joomla templatesSEO Web Design AgencyMusic Videos OnlineFree Wordpress Themes Templatesfreethemes4all.comFree Blog TemplatesLast NewsFree CMS TemplatesFree CSS TemplatesSoccer Videos OnlineFree Wordpress ThemesFree Web Templates
Subir