Petrobras negocia preço das 21 sondas


A Petrobras começa na próxima semana a negociar o valor das propostas apresentadas na concorrência destinada ao afretamento de 21 sondas de perfuração para 3 mil m, com exigência de construção no Brasil. A petroleira indeferiu o pedido de recurso da Sete Brasil contestando a classificação da Ocean Rig, que teve o melhor preço, ofertando cinco navios-sonda.

A comissão de licitação não divulga a estratégia de negociação, mas o mais provável é que a Petrobras convoque inicialmente apenas a Ocean Rig. A Sete Brasil seria chamada depois, para cobrir a oferta. A companhia segue na disputa, mas tem menos chances de emplacar todas as unidades. São 15 navios-sonda e 6 semissubmersíveis.

Das 26 propostas recebidas pela Petrobras, 20 projetam a construção em estaleiros virtuais. A Sete Brasil fez as seis únicas ofertas em parceria com estaleiro já instalado, o Brasfels.

As diárias apresentadas na concorrência variaram de US$ 605 mil a US$ 630 mil. Como as sondas da Ocean Rig foram classificadas como duo-drilling e, de acordo com as normas da licitação, têm fator de desconto, a taxa cai ao patamar de US$ 588 mil.

A empresa participa do processo em parceria com os estaleiros Eisa e Mauá e com projeto de perfuração da Huisman.

Sem qualificação técnica para operar unidades, a Sete Brasil apresentou como parceiros a Odfjell, Seadrill, Etesco, Odebrecht, Queiroz Galvão e Petroserv, projetando construir as unidades nos estaleiros Jurong (Espírito Santo), Enseada do Paraguaçu (Bahia), Brasfels (Rio de Janeiro), Estaleiro de Rio Grande (Rio Grande do Sul) e OSX (Rio de Janeiro).

Fonte: Energia Hoje

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Free Website templatesFree Flash TemplatesRiad In FezFree joomla templatesSEO Web Design AgencyMusic Videos OnlineFree Wordpress Themes Templatesfreethemes4all.comFree Blog TemplatesLast NewsFree CMS TemplatesFree CSS TemplatesSoccer Videos OnlineFree Wordpress ThemesFree Web Templates
Subir