CONOVOCAÇÃO AUDIENCIA PÚBLICA dia 15/05/2012

As reclamações em função do ultimo aumento do gás não param e o setor revenda acaba por si absorvendo grande parte deste aumento para manter de pé seu empreendimento. Esta realidade tem sido rotina em nossa trajetória, mas vivemos nosso limite, hoje não é possível absorver tais aumentos, em contra partida temos como agravante a redução de nossas vendas, que consequentemente elevam nossos custos gerando ai uma grande ciranda cujo resultado acaba no fechamento de muitas de nossas revendas e criando espaço para o mercado clandestino ou ilegal.

Esta questão vem a anos agredindo o setor revenda e a população brasileira, como explicar uma venda mensal de botijões na casa dos 33 milhões de botijões, tendo como contra partida um cadastro no programa de baixa renda de 22 milhões de famílias? Há de se observar que a classe de baixa renda é o consumidor que mais precisa do gás de cozinha, em sua rotina, são os consumidores que fazem o café da manha, almoço, lanche da tarde com tradicionais bolos, jantar, um consumidor que utiliza de um a dois botijões por mês para atender sua demanda.

Só a classe de baixa renda demanda um consumo de aproximadamente 45 milhões de botijões, mas nossas vendas não passam dos 33 milhões, essa absurda diferença esta sendo suprida por tampas de fogões fechadas, latinhas com álcool, lenha, serragem, uma dura realidade que nos revendedores vivenciamos todo final de mês, onde encontramos nossos clientes pedindo botijões com restos de gás, uma venda no fiado...


Retrato claro e absurdo de um país dominado por um cartel que brinca com a fome do povo brasileiro, de um cartel que ironiza o Estado Brasileiro aumentando o gás de forma extorsiva, mesmo tendo seu preço congelado na Petrobras desde 2003.


Como se não bastasse tal abuso, nossas revendas são coautoras de crime por comercializar botijões lacrados, enchidos por estas Distribuidoras impróprios para o uso, podendo a qualquer momento sofrer das punições legais, que cabe até detenção.


Dia 15-05-2012 haverá o momento de você revendedor ser ouvido por nossas autoridades, uma oportunidade de se expressar, de sugerir mudanças, é inadmissível imaginar nossos empresários do setor revenda serem presos diante a sua família por um ato irresponsável de uma Distribuidora, como não é aceitável carregarmos o peso de ter sido o responsável por colocar dentro de um lar um botijão impróprio ao uso ocasionando a perda de pessoas inocentes.


A ASMIRG-BR convida nossas revendas de todos os Estados para a discussão desta pauta, não podemos nos omitir, não podemos ignorar uma realidade que vem nos assombrando há anos, uma pauta que afeta não só o Estado de Minas Gerais, afetará nossas revendas de todo o território nacional.


Pedimos a nossa rede que confirme presença por email ou celular, esperamos você, somente juntos provocaremos as mudanças que este mercado tanto espera.


AUDIENCIA PÚBLICA DIA 15/05/2012 – ÀS 09:30
Local: Câmara Municipal de Belo Horizonte

Endereço: Av. dos Andradas, 3.100 - Santa Efigênia - Belo Horizonte - MG –

Telefone geral: (31) 3555-1122 - Fax: (31) 3555-1460


Convidados esperados:
ANP

Ministério Público Estadual

IPEM

Distribuidoras

Membros do Legislativo, Municipal, Estadual e Federal

Setor Revenda de GLP

Imprensa


Cordialmente,

Alexandre Borjaili
Presidente
Associação Brasileira dos Revendedores de GLP, ASMIRG-BR

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Free Website templatesFree Flash TemplatesRiad In FezFree joomla templatesSEO Web Design AgencyMusic Videos OnlineFree Wordpress Themes Templatesfreethemes4all.comFree Blog TemplatesLast NewsFree CMS TemplatesFree CSS TemplatesSoccer Videos OnlineFree Wordpress ThemesFree Web Templates
Subir