Rio fecha o primeiro trimestre com saldo comercial histórico


A balança comercial do estado do Rio fechou o primeiro trimestre com o maior superávit já registrado para um início de ano: US$ 3,6 bilhões, como resultado do registro histórico de US$ 7,5 bilhões em exportações e US$ 3,9 bilhões em importações. Na comparação com o primeiro trimestre do ano passado, o estado do Rio dobrou seu superávit diante do aumento nas exportações (33%) e da queda nas importações (4%). Os dados são do boletim Rio Exporta, divulgado pelo Sistema FIRJAN nesta sexta-feira, dia 18.

Em março, a balança comercial do estado do Rio apresentou novo saldo positivo: US$ 1,4 bilhão, resultado de US$ 2,8 bilhões em exportações (maior valor do ano) e US$ 1,4 bilhão em importações.

No primeiro trimestre deste ano, tanto as exportações fluminenses de petróleo (US$ 5 bilhões) como de produtos industrializados (US$ 2,2 bilhões) apresentaram resultados históricos. O aumento de 39% nos embarques de petróleo delineou o crescimento total das exportações do estado, de 33%. Já as exportações de produtos industrializados fluminenses avançaram 19%, bem mais que a média nacional do setor: 7%.

Diante da menor atividade econômica tanto no âmbito estadual como nacional, as importações fluminenses recuaram 4% no primeiro trimestre de 2012, na comparação com 2011. As importações de petróleo, por exemplo, recuaram quase 50% frente ao primeiro trimestre do ano passado.

Os Estados Unidos se mantiveram como o principal parceiro comercial do país, tanto nas relações de importação como de exportação no primeiro bimestre do ano. Entre os blocos econômicos, a Ásia manteve-se como principal destino das exportações fluminenses, ao passo que o ao passo que o Nafta assumiu a liderança como principal origem das importações Nas exportações, destaque para petróleo e produtos siderúrgicos. Nas importações, equipamentos aeronáuticos, Gás Natural Liquefeito (GNL) e carvão.

Angra dos Reis lidera exportações
Segundo o Ministério de Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC), no primeiro quadrimestre de 2012, os cinco municípios brasileiros que registraram os maiores superávits na balança comercial são do interior do país. Eles foram: Angra dos Reis (US$ 3,756 bilhões), Parauapebas-PA (US$ 2,321 bilhões), Macaé-RJ (US$ 1,214 bilhão), Paranaguá-PR (US$ 1,137 bilhão) e Anchieta-ES (US$ 1,128 milhões).

Entre os exportadores, Angra dos Reis-RJ alcançou o maior volume de vendas externas no ano (US$ 4,468 bilhões). Na sequência, os que mais exportaram foram: Parauapebas-PA (US$ 2,431 bilhões), São Paulo-SP (US$ 2,426 bilhões), Rio de Janeiro-RJ (US$ 2,406 bilhões) e São José dos Campos-SP (US$ 1,756 bilhão). O secretário Municipal de Fazenda, Jorge Irineu Costa, respondeu sem surpresas os últimos resultados do município. Sobre o cenário atual da indústria petrolífera na cidade, Jorge Irineu, ressaltou a proximidade com a Bacia de Santos. “Temos um cenário favorável à atividade Offshore que vem sendo alvo de interesse das empresas que prestam esse tipo de serviço”.

Fonte: NN Notícias
Por Rodrigo Leitão

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Free Website templatesFree Flash TemplatesRiad In FezFree joomla templatesSEO Web Design AgencyMusic Videos OnlineFree Wordpress Themes Templatesfreethemes4all.comFree Blog TemplatesLast NewsFree CMS TemplatesFree CSS TemplatesSoccer Videos OnlineFree Wordpress ThemesFree Web Templates
Subir