Petrobras leva prejuízo de R$ 1,346 bi e perde ações

Entre abril e junho deste ano, a Petrobras contabilizou um prejuízo líquido de R$ R$ 1,346 bilhões, quadro bem diferente do apresentado no mesmo período do ano passado, que foi de R$ 10,943 bilhões. A defasagem dos preços dos combustíveis e a alta do dólar em 10,9% foram apontados como um dos principais motivos da queda das ações da empresa na Bolsa. A Petrobras não detém um prejuízo dessa grandiosidade desde 1999.

O resultado não era esperado pelo mercado, que previa um lucro entre R$ 3 bilhões e R$ 4 bilhões. De acordo com as informações, o péssimo desempenho da estatal foi gerado por despesas de R$ 2,73 bilhões decorrentes de poços secos, R$ 2,1 bilhões maiores que os contabilizados no trimestre anterior. Também foram registrados R$ 3,28 bilhões como custos exploratórios, mas somente no primeiro semestre.


Analistas do setor dizem que a expectativa é que os resultados continuem para baixo até o final do ano, pois consideram pouco provável que o governo autorize um aumento de preços dos combustíveis antes das eleições municipais. "O reajuste nos preços da gasolina e do diesel ocorrido no final de junho ainda não teve muito efeito nos números, mas deve contribuir para minimizar os impactos causados pelos altos custos de derivados importados nos próximos resultados", disseram analistas do Banco do Brasil Investimentos (Fundos desenvolvidos para atender clientes do Banco do Brasil).

Em pronunciamento aos acionistas e investidores, a presidente da Petrobras, Graça Foster não quis detalhar sobre o assunto, apenas explicou que o prejuízo é equivalente aos seguintes fatores: "expressiva depreciação do real frente ao dólar, despesas extraordinárias com poços secos, cujas perfurações foram realizadas principalmente entre 2009 e 2012, menor exportação de petróleo fruto da menor produção devido às paradas programadas com vistas ao aumento da eficiência e segurança operacional, além do desalinhamento de preços dos derivados vendidos no mercado brasileiro em relação aos parâmetros internacionais", afirmou Foster após apresentar o resultado da companhia.

Graça Foster, encerrou o pronunciamento dizendo ter "sólida convicção na posição privilegiada da Petrobras na indústria de óleo e gás".

Graça defende paridade de preços

Mesmo com as perdas, a Petrobras ainda acumula um lucro líquido de R$ 7,868 bilhões no primeiro semestre, valor 64% menor que o do mesmo período do ano passado. Em comunicado, a presidente da Petrobras, Graças Foster, afirmou que está trabalhando para recuperar a rentabilidade da companhia. "Desde que assumi a empresa, há cinco meses, venho reiterando o comprometimento com a paridade internacional de preços. Além disso, os reajustes são necessários para financiar o plano de negócios e gestão, para preservarmos os nossos limites de crescimento e para garantirmos a lucratividade da companhia”, ressaltou Graça Foster.

Fonte: NN - Margairda Putrti

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Free Website templatesFree Flash TemplatesRiad In FezFree joomla templatesSEO Web Design AgencyMusic Videos OnlineFree Wordpress Themes Templatesfreethemes4all.comFree Blog TemplatesLast NewsFree CMS TemplatesFree CSS TemplatesSoccer Videos OnlineFree Wordpress ThemesFree Web Templates
Subir