'Importação de óleo leve sempre irá existir', diz especialista

As importações de petróleo leve têm afetado a balança comercail brasileira, uma vez que há grande procura para atender a demanda interna. Em janeiro deste ano foi registrado o pior resultado da história e o déficit até fevereiro atingiu US$ 4,77 bilhões.

Para a coordenadora pedagógica nacional de Engenharia de Petróleo e Engenharia Química da Universidade Estácio de Sá, Regiane Burger, a importação de óleo leve continuará até as próximas décadas, mas acredita que o aumento da produção de petróleo com o pré-sal poderá posicionar o Brasil como grande exportador.

“A importação sempre irá existir, porque o mercado internacional opera com compra de óleos com diferentes graus de API (densidade do petróleo) e características físico-químicas apropriadas - como salinidade, acidez, quantidade de impurezas - para compor a mistura específica de óleo para cada refinaria”, explica Burger.

De acordo com a coordenadora, vale lembrar que o óleo leve pode ser utilizado na produção de diferentes derivados de petróleo além da gasolina, como óleo diesel, coque, querosene de aviação (QAV), nafta petroquímica, gás liquefeito de petróleo (GLP).

Gasolina

Nos últimos três anos, a demanda pela gasolina cresceu 40% no Brasil. Segundo Burger, entre as principais razões estão os quase 3,5 milhões de novos veículos que chegaram às ruas do país e a produção insuficiente de etanol, já que as usinas direcionaram sua produção para o açúcar (produto com maior valor comercial) e impulsionam o preço do combustível nas bombas. Além disto, não houve inovação tecnológica no setor, como a obtenção de etanol de segunda geração.

Panorama

Atualmente, a produção petrolífera brasileira apurou queda de 3,7% em 2012, para 2,599 milhões barris diários.

Um dos caminhos para solucionar a situação dos combustíveis no Brasil, segundo Burger, seria modificar os investimentos na matriz energética. “Poderemos vivenciar, nos próximos anos, uma mudança da matriz energética mundial através da utilização do gás natural como principal combustível, aliada ao uso de energias alternativas como a solar e a eólica. Países como a Índia e a China já apresentam matriz energética baseada em gás natural e energias alternativas”, diz.

Fonte: NNpetro - Adriano Nascimento

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Free Website templatesFree Flash TemplatesRiad In FezFree joomla templatesSEO Web Design AgencyMusic Videos OnlineFree Wordpress Themes Templatesfreethemes4all.comFree Blog TemplatesLast NewsFree CMS TemplatesFree CSS TemplatesSoccer Videos OnlineFree Wordpress ThemesFree Web Templates
Subir