Polo gás-químico leva investimento de R$ 3 bi para o Norte

Depois de pleitear uma fábrica de fertilizantes, o Espírito Santo acabou ganhando um projeto ainda maior da Petrobras. Será instalado em Linhares um polo gás-químico, próximo à Unidade de Tratamento de gás de Cacimbas (UTGC). Para o Norte do Estado e para o Espírito Santo como um todo, o projeto é de extrema importância.

Além de receber um investimento de R$ 3 bilhões, ele vai atrair muitas empresas satélites e empregar muita gente - tanto na obra quanto na operação. Estima-se 3 mil na obra e 9 mil na operação, entre vagas diretas e indiretas.

O projeto faz parte do programa do governo federal de aumentar a produção de fertilizantes no país. O investimento no Espírito Santo, que está em fase de projeto e cuja obra deverá começar no segundo semestre de 2011, faz parte de um total de US$ 5,7 bilhões (R$ 9,6 bilhões) que a Petrobras investirá em outras duas fábricas novas de fertilizantes - em Minas Gerais (Uberaba) e Mato Grosso do Sul (Três Lagoas) - e na ampliação da unidade de Sergipe. O polo de Linhares faz parte dos projetos que deverão entrar em operação até 2014.


A previsão é que sejam gastos 36 meses para a construção do polo em Linhares, com o emprego de pelo menos três mil trabalhadores. Na fase de operação, segundo especialistas, este tipo de empreendimento utiliza mais mão de obra do que na implantação.

Este é um dos grandes benefícios deste tipo de projeto para a região de Linhares, na avaliação de técnicos e do secretário estadual de Desenvolvimento, Márcio Félix Bezerra. "São muitas empresas que poderão se instalar na região em função do polo e que contratarão mão de obra no Estado, inclusive, os formados na Universidade Federal que tem curso de Química", anima-se Márcio Félix.

Fertilizantes
Segundo o engenheiro químico José Brito Oliveira, o Brasil hoje importa 60% do total de fertilizante nitrogenado, que utiliza na lavoura. "Se acontecer algum problema ou acidente numa fábrica da Rússia ou do Catar, o fornecimento desse tipo de fertilizante para o Brasil ficará seriamente comprometido. Não podemos correr este risco".

As descobertas recentes de campos de gás na costa brasileira estão garantindo o aumento na produção. Esse é o caso do Espírito Santo que, nos últimos dois anos passou de uma produção de 1,2 milhão de m3 de gás por dia para 6 milhões de m3 por dia. A perspectiva é que a produção do Estado chegue a 18 milhões de m3 por dia no final de 2010.

Brito avalia que a localização geográfica do Espírito Santo e a infraestrutura portuária colaboram para o sucesso de um polo gás-químico no Norte. A partir da amônia, segundo o engenheiro Brito, pode-se produzir ureia, ácido nítrico, além de fosfato, nitrato e sulfato de amônia que são usados na fabricação de fertilizantes mais complexos. A Petrobras ainda não definiu exatamente quais as matérias primas serão produzidas no polo de Linhares. Esses detalhes serão acertados nos estudos que estão serão feitos nos próximos meses.

Fonte: Gazeta Vitória(ES)/Denise Zandonadi

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Free Website templatesFree Flash TemplatesRiad In FezFree joomla templatesSEO Web Design AgencyMusic Videos OnlineFree Wordpress Themes Templatesfreethemes4all.comFree Blog TemplatesLast NewsFree CMS TemplatesFree CSS TemplatesSoccer Videos OnlineFree Wordpress ThemesFree Web Templates
Subir