EMPRÉSTIMO À PETROBRAS GERA POLÊMICA

A última semana do setor petroífero começou com a ameaça do presidente da Venezuela, Hugo Chávez, de cortar o fornecimento de petróleo aos Estados Unidos. O rompante do líder venezuelano foi motivado pela tensão que se instalou entre o seu país e a Colômbia, cujo culpado são os EUA, segundo Chávez. Em meio a acusações de que alguns estados na fronteira com a Colômbia estão sendo tolerantes com guerrilheiros, o líder do país suspendeu a exportação aos norte-americanos, que compram metade da produção de óleo da Venezuela.

Na quarta-feira, dia 28, a notícia que dominou as machetes do petróleo foi o anúncio da troca de presidente da British Petroleum (BP). Amargando um prejuízo de US$ 17 bilhões no último trimestre, o maior de sua história, a petrolífera britânica oficializou Bob Dudley no comando da companhia, no lugar de Tony Hayward. O novo executivo, que assume em 1° de outubro, terá a árdua missão de limpar a imagem da BP, fortemente abalada pelo episódio do vazamento de petróleo no Golfo do México.

No mesmo dia 28, o foco do setor se voltou para o Brasil, com a notícia de um novo empréstimo da Caixa Econômica Federal para a Petrobras. O valor de aproximadamente R$ 2 bilhões se remete ao ano de 2008, quando a estatal recorreu à Caixa para fechar suas contas, em meio ao auge da crise financeira internacional. Agora, a companhia se vê às voltas com o processo de capitalização que pode ser um dos maiores do mundo e precisa de aporte financeiro que ajude a equalizar as metas do seu plano de investimentos, a fim de mostrar aos investidores segurança para realizar a operação da oferta de ações.

Entretanto, a repercussão do empréstimo se estendeu por mais tempo. Assim, na quinta-feira, dia 29, o jornal O Globo deu prosseguimento ao assunto, comparando a verba destinada à Petrobras com o montante que outros setores recebem. Dessa forma, a reportagem revelou que o total de empréstimos à estatal chega a R$ 5,6 bilhões em menos de dois anos, número quase três vezes maior do que o valor da carteira de aplicações da Caixa em saneamento, por exemplo. Comparado com o “Minha Casa, Minha Vida”, do governo federal, o empréstimo à Petrobras quase atinge a mesma verba alocada no programa, de R% 6,6 bilhões.

Novo vazamento nos EUA

Após sanado o problema do derramamento de petróleo no Golfo do México, um novo vazamento em terras norte-americanas ganhou as manchetes da mídia, na última sexta-feira, dia 30. Desta vez, o acidente aconteceu no rio Kalamazoo, no Michigan. Segundo a Agência de Proteção do Meio Ambiente dos Estados Unidos (EPA), cerca de um milhão de barris de óleo vazou em pelo menos 32 quilômetros do rio. No entanto, de acordo com a Embridge Inc, o oleoduto de 76 centímetros que originou o problema foi estancado ainda na segunda-feira, dia 26. Agora, a preocupação das autoridades é que o óleo atinja o lago Michigan, o que tornaria o acidente de grandes proporções.

Por Matheus Franco
matheus.f@nicomexnoticias.com.br

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Free Website templatesFree Flash TemplatesRiad In FezFree joomla templatesSEO Web Design AgencyMusic Videos OnlineFree Wordpress Themes Templatesfreethemes4all.comFree Blog TemplatesLast NewsFree CMS TemplatesFree CSS TemplatesSoccer Videos OnlineFree Wordpress ThemesFree Web Templates
Subir