Gabrielli admite que P-33 tem problemas de conservação mas descarta riscos

O presidente da Petrobras, José Sérgio Gabrielli, admitiu hoje que a plataforma de petróleo P-33, interditada pela Agência Nacional do Petróleo (ANP), tem "problemas de conservação".

Ele descartou, no entanto, que tais problemas ofereçam risco à integridade da plataforma e dos trabalhadores.

Nos últimos dias, trabalhadores da P-33 e o Sindicato dos Petroleiros do Norte Fluminense têm denunciado a falta de conservação na plataforma. Alguns equipamentos, segundo eles, estão apresentando risco de vazamento de gás e, portanto, colocando em risco a vida dos funcionários.

As denúncias levaram a vistorias da ANP e do Ministério do Trabalho. Os dois órgãos interditaram a P-33, que opera na Bacia de Campos. A previsão é que a P-33 entre em manutenção em outubro. Na semana passada, outra plataforma da Bacia de Campos, a P-35, teve um princípio de incêndio.

- As plataformas estavam em fase final pré-parada programada. Então elas estavam feias e estavam precisando, talvez, de alguma conservação. Admito que tem problemas de conservação. Mas nossa avaliação é que não há nenhum risco operacional nas plataformas. Não há nenhum risco à integridade das pessoas. Não há nenhum risco à integridade das plataformas. Nós jamais colocaríamos nossos trabalhadores e nosso sistema em risco - disse Gabrielli.

Hoje trabalhadores de dez plataformas da Petrobras estão fazendo uma manifestação, chamada de Operação Chega de Contar com a Sorte. A operação consiste na avaliação, pelos funcionários, dos riscos envolvidos em seu trabalho, e no cumprimento de todos os procedimentos de segurança. O sindicato sugere que, se houver dúvida quanto ao risco da atividade, o empregado não deve trabalhar. Gabrielli disse que a manifestação é legítima.

Plataformas à operação de segurança
Também nesta segunda, funcionários de 10 plataformas da Petrobras na Bacia de Campos aderiram à Operação Chega de Contar com a Sorte, do Sindicato dos Petroleiros do Norte Fluminense (Sindipetro NF). Desde a zero hora de hoje (16), os trabalhadores estão realizando todos os procedimentos operacionais e de segurança, antes de qualquer atividade na empresa. Ao todo, a Petrobras tem 45 plataformas instaladas na Bacia de Campos.

Além das plataformas, o Terminal de Cabiúnas, que recebe óleo e gás das plataformas da Bacia de Campos, também aderiu à mobilização.

O diretor de Comunicação do Sindipetro do Norte Fluminense, Marcos Breda, admitiu que a produção das unidades pode ser afetada pelos procedimentos de segurança, mas recomendou que os trabalhadores priorizem a própria segurança.

- Uma das nossas exigências é que se faça um planejamento da execução do trabalho e que se tenha uma análise detalhada dos riscos. Nosso objetivo é que os petroleiros pensem primeiro na própria segurança, antes de realizar os seus trabalhos - afirma.

A mobilização relembra ainda os 26 anos do acidente na plataforma de Enchova, na Bacia de Campos, quando 37 petroleiros morreram.

Estatal registra lucro de R$ 8,295 bi no segundo trimestre
A Petrobras apresentou lucro líquido de R$ 8,295 bilhões no segundo trimestre de 2010, um crescimento de 1,65% em relação aos R$ 8,160 bilhões apurados em igual intervalo de 2009. Nesse período, a geração de caixa medida pelo Ebitda totalizou R$ 15,927 bilhões, queda de 9,5%. A receita líquida da estatal somou R$ 53,631 bilhões, um crescimento de 20,2%, impulsionado pelo preço do barril mais elevado no período.

A estatal também reportou crescimento de 11% no lucro líquido do primeiro semestre de 2010 ante igual período de 2009, de R$ 14,451 bilhões para R$ 16,021 bilhões. Nesse período, a geração de caixa medida pelo Ebitda ficou estável, em R$ 31,003 bilhões. A receita líquida somou R$ 104,043 bilhões, aumento de 19%.

A alavancagem líquida da Petrobras, relação entre o endividamento líquido e o patrimônio líquido, encerrou o segundo trimestre de 2010 em 34%. O resultado representa um aumento de 2 pontos porcentuais em relação ao patamar de 32% apurado no primeiro trimestre.

A meta da Petrobras, conforme divulgado anteriormente pela direção da companhia, é manter o indicador entre 25% e 35%, patamar máximo exigido por agências de classificação de risco para companhias que possuem o grau de investimento, caso da estatal.

A despeito do crescimento no índice de alavancagem, a Petrobras encerrou o segundo trimestre com investimento total de R$ 20,348 bilhões. O montante representa uma elevação de 12,3% em relação ao mesmo período de 2009, quando o investimento totalizou R$ 18,120 bilhões.

O diretor Financeiro e de Relações com Investidores da Petrobras, Almir Barbassa, disse que há uma tendência natural de aceleração de investimentos ao longo dos trimestres e disse que a alavancagem de 34% atingida no segundo trimestre é também "natural".

O executivo afirmou que há um processo de concentração de esforços no segundo e terceiro trimestres, que acabam gerando mais investimentos.

- A intenção da empresa é cumprir seu orçamento. Já estivemos com uma alavancagem abaixo dos 25%. Agora estamos dentro da faixa e com a operação planejada de capitalização para breve. Com a capitalização este índice vai se adequar e vamos ganhar mais fôlego para continuar a investir - disse.

Indagado sobre esta proximidade do limite da alavancagem e o risco que isso representaria com relação às agências de ratings, Barbassa disse que estava "absolutamente confortável", porque as agências compreendem o momento em que a Petrobras se encontra.

- Estávamos no início do ano com um caixa de R$ 29 bilhões, que caiu para R$ 24 bilhões no final do primeiro trimestre. Estamos financiando o investimento com captação. É natural que a dívida líquida cresça - disse, destacando que "o importante é que os investidores continuem apostando na empresa".

Ele ressaltou que o limite de 35% na alavancagem é uma prática de governança da Petrobras e não uma obrigatoriedade.

Fonte: agências Brasil e Estado

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Free Website templatesFree Flash TemplatesRiad In FezFree joomla templatesSEO Web Design AgencyMusic Videos OnlineFree Wordpress Themes Templatesfreethemes4all.comFree Blog TemplatesLast NewsFree CMS TemplatesFree CSS TemplatesSoccer Videos OnlineFree Wordpress ThemesFree Web Templates
Subir