Acordo para gás no MT

O governo estadual de Mato Grosso e a boliviana Yacimientos Petrolíferos Fiscales Bolivianos (YPFB) se reuniram nesta quinta-feira (21/10) em Santa Cruz de La Sierra, na Bolívia, para fechar um acordo sobre a retomada das operações da UTE Cuiabá (480 MW), parada há três anos por falta de gás. Durante o encontro, a petroleira boliviana se comprometeu a definir uma solução para o fornecimento do gás natural para o estado.

Os detalhes sobre o que de fato foi decidido durante a reunião ainda não foram divulgados. O que se sabe até agora é que as duas partes – YPFB e Mato Grosso – assinaram um acordo que altera a rota de distribuição do gás boliviano. Segundo o novo acordo, a cota de gás que a usina de Cuiabá vende para a MTGás deverá ser entregue em San Matias, na divisa entre Bolívia e Brasil, ao invés de Corumbá.

As negociações entre o governo de Mato Grosso e a YPFB giram em torno da proposta brasileira para que a Petrobras atue como fornecedora da UTE Cuiabá, no lugar da empresa boliviana. A ideia é que a petroleira brasileira destine parte do gás importado da Bolívia, cujo volume ainda não foi definido, para a termelétrica, que anteriormente adquiria gás diretamente da YPFB.

Além do governador de Mato Grosso, Silval Barbosa, a delegação brasileira contou com a presença do secretário de Indústria, Comércio, Minas e Energia do Mato Grosso, Pedro Nadaf , do secretário-chefe da Casa MiIitar, Coronel Antonio de Moraes, do prefeito de Cuiabá, Francisco Galindo, do diretor-presidente da Pantanal Energia, Fábio Garcia, e do diretor de Orçamento e Finanças da Agecopa, Jefferson de Castro.

Fonte: Energia Hoje

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Free Website templatesFree Flash TemplatesRiad In FezFree joomla templatesSEO Web Design AgencyMusic Videos OnlineFree Wordpress Themes Templatesfreethemes4all.comFree Blog TemplatesLast NewsFree CMS TemplatesFree CSS TemplatesSoccer Videos OnlineFree Wordpress ThemesFree Web Templates
Subir