NORDESTE DESPONTA COMO NOVO CAMINHO DO SETOR NAVAL

O nordeste já desponta como novo caminho para os investimentos da indústria naval. De acordo com o Sindicato Nacional da Indústria da Construção e Reparação Naval e Offshore (Sinaval), 80% dos investimentos planejados para o setor até 2013 serão feitos na região. Segundo o Sinaval, dos R$ 7,6 bilhões de recursos destinados ao setor no período, R$ 6,1 bilhões terão como destino o nordeste. Ao todo, serão pelo menos 17 novos estaleiros, nove dos quais estarão no nordeste.

Mais de 45 mil pessoas já trabalham nos estaleiros, na indústria náutica e de barcos de pesca, entre outros segmentos, no país. O estado que mais emprega continua sendo o Rio de Janeiro, com 48% das contratações, mas Pernambuco já aparece em segundo lugar, com 8,5 mil vagas. Para se ter uma ideia, Santa Catarina, que tem tradição no setor, emprega 3,5 mil trabalhadores, o terceiro colocado no ranking. Segundo dados do Sinaval, o número total de vagas evoluiu de 1,9 mil, em 2000, para 45.470, em junho deste ano - um crescimento de 2.293%.

O crescimento do setor naval no país e em especial no Nordeste chama a atenção de empresas e profissionais do setor. Um dos exemplos desse ressurgimento da indústria na região é o Porto de Suape. O Porto já movimenta mais de cinco milhões de toneladas de carga por ano, destacando-se, entre elas, os granéis líquidos (derivados de petróleo, álcool, produtos químicos, óleos vegetais etc), com mais de 80% da movimentação, e a carga conteinerizada. Suape pode atender a navios de até 170.000 tpb e calado operacional de 14,50 m. Com 27 km² de retroporto, seus portos externo e interno oferecem as condições necessárias para atendimento de navios de grande porte.

O Brasil já tem a quinta carteira de encomendas do mundo. São R$ 55 bilhões em investimentos e encomendas, segundo o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). As 430 embarcações encomendadas, entre licitadas e a licitar, vão gerar 60 mil empregos no país até 2015, 30 mil deles no Norte e Nordeste. “O interessante disso tudo é que a indústria de navipeças vai crescer em volta desses estaleiros, movimentando toda a economia”, diz o secretário executivo do Sinaval, Sérgio Leal. As novas embarcações vão eliminar os US$ 1,36 bilhão que só a Petrobras gasta com afretamentos por ano.

Investimentos estrangeiros

O Porto de Suape vem atraindo a atenção e os investimentos dos empresários estrangeiros. Das 17 empresas em processo de instalação no Projeto Suape Global, criado em dezembro de 2008, seis são estrangeiras. Apenas nesses projetos será investido US$ 1,5 bilhão e vão ser gerados 23,7 mil empregos diretos. A iniciativa quer transformar o complexo em um pólo provedor de bens e serviços para as indústrias de petróleo, gás e naval. Uma das primeiras tarefas dos idealizadores do Suape Global foi divulgar o projeto no exterior. Foram organizadas missões para nove países, entre eles os Emirados Árabes Unidos.

Nicomex Notícias – Redação
nicomex@nicomex.com.br

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Free Website templatesFree Flash TemplatesRiad In FezFree joomla templatesSEO Web Design AgencyMusic Videos OnlineFree Wordpress Themes Templatesfreethemes4all.comFree Blog TemplatesLast NewsFree CMS TemplatesFree CSS TemplatesSoccer Videos OnlineFree Wordpress ThemesFree Web Templates
Subir