Retrospectiva 2010: Exploração e Produção


A busca por novos objetivos exploratórios em campos como Barracuda, Marlim, Caratinga e Albacora Leste, na Bacia de Campos, no Estado do Rio de Janeiro, resultou, em 2010, na descoberta de novas acumulações de petróleo no pré e pós-sal. Novas jazidas de óleo leve também foram encontradas em águas rasas das bacias de Santos e Campos, assim como em Piranema, em Sergipe.

No mês de outubro, a Petrobras abriu uma nova e promissora província exploratória, com a descoberta da acumulação de Barra, primeira em águas ultraprofundas do litoral de Sergipe. Em novembro, os primeiros dados de um Teste de Longa Duração (TLD) confirmam outra descoberta: uma nova acumulação de óleo leve (46º API) e gás natural, dessa vez no Município de Tefé (AM), a 32 Km de distância da Província Petrolífera de Urucu.

O início da produção do primeiro sistema definitivo instalado na área de Tupi, no pré-sal da Bacia de Santos, com a entrada em operação do navio-plataforma FPSO Cidade de Angra dos Reis, foi outro destaque do ano. O marco foi comemorado no dia 28 de outubro com a presença do presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva. A nova plataforma, a partir de janeiro de 2011, irá operar o sistema piloto, que norteará o desenvolvimento futuro do reservatório.

Outra conquista importante da Companhia, juntamente com seus parceiros (BG, Galp Energia e Repsol) e por meio de suas afiliadas Tupi-BV e Guará-BV, foi a contratação em novembro da empresa brasileira Engevix Engenharia S.A para a construção de oito cascos das plataformas destinadas à primeira fase de desenvolvimento da produção do polo pré-sal da Bacia de Santos. As unidades, todas do tipo FPSO (unidade que produz, armazena e transfere óleo e gás), foram batizadas de “replicantes”. A produção em série de cascos idênticos permitirá maior rapidez no processo de construção, ganho de escala e a consequente otimização de custos.

Uma nova geração de unidades de produção foi inaugurada este ano com o batismo do navio-plataforma P-57, destinada ao campo de Jubarte, na porção capixaba da Bacia de Campos, a 80 km da costa do Espírito Santo. O modelo, que teve seu projeto simplificado e seus equipamentos padronizados, seguindo os mais altos padrões de segurança operacional, será referência para as futuras plataformas da Petrobras, como a P-58 e P-62, e para as unidades que irão operar no pré-sal da Bacia de Santos. Entre as novidades, o sistema conta com tecnologia inédita de coleta de dados sísmicos em 4 D, instalada permanentemente no leito marinho. A unidade adotará, também, um método inovador para levar o petróleo do reservatório à plataforma, constituído por um sistema de bombeio centrífugo submerso submarino (BCSS) instalado em um compartimento especial no leito do mar, separado dos poços produtores. A vantagem será a redução de custos de intervenção para reparos do equipamento.

O ano também foi marcado por iniciativas que contribuirão para aumentar a oferta de gás ao mercado consumidor nacional. Entre elas, a inauguração do segundo módulo da Unidade de Tratamento de Gás de Cacimbas (UTGC), a pré-operação da Unidade de Tratamento de Gás Sul Capixaba (UTG Sul Capixaba) e entrada em operação do campo de gás de Canapu. Os empreendimentos, localizados no Estado do Espírito Santo, integram o Plano Nacional de Antecipação da Produção de Gás (Plangas).

Fonte: Blog Fatos e Dados

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Free Website templatesFree Flash TemplatesRiad In FezFree joomla templatesSEO Web Design AgencyMusic Videos OnlineFree Wordpress Themes Templatesfreethemes4all.comFree Blog TemplatesLast NewsFree CMS TemplatesFree CSS TemplatesSoccer Videos OnlineFree Wordpress ThemesFree Web Templates
Subir