Os primeiros colocados para duas carreiras no último concurso da Petrobras dão dicas para quem vai concorrer esse ano

Dedicar-se exaustivamente aos estudos de tópicos da prova de conhecimento específico que o candidato não domina. E resolver provas anteriores, quantas forem possível. Essa é a principal dica, para quem vai fazer a prova da Petrobras, de dois jovens que foram os primeiros colocados para os cargos de geofísico e engenheiro naval no último concurso da estatal, realizado ano passado. As duas carreiras estão, novamente, com vagas abertas nesse novo processo seletivo (veja aqui quais são os demais cargos e como se inscrever ).


Roberto Dias, de 27 anos, mestre em física pela Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) e Rodrigo Batista, de 26, graduado em engenharia naval na Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) contaram ao Boa Chance como foi sua rotina de estudos para entrar na Petrobras (assista ao vídeo).

Roberto - que estava prestando concurso público pela primeira vez - conta que, ao conferir o edital, ele avaliou que seus conhecimentos de física eram suficientes para a prova e, por isso, decidiu focar os estudos em geologia, uma disciplina que não teve na graduação:

- Passei dois meses e meio estudando disciplinas de geologia e geofísica toda noite, duas horas por dia. É preciso ter em mente que a prova de conhecimentos gerais, que inclui português e inglês, não é classificatória, e sim eliminatória. Você só precisa acertar 50% em cada. Se, avaliado o edital, o seu conhecimento dessas disciplinas for suficiente, vale investir mais tempo no conhecimento específico - sugere.

Rodrigo já tinha prestado concurso para a Petrobras em 2008, mas não tinha passado. Quando saiu o edital do processo seletivo do ano passado, ele já vinha conciliando seu trabalho, embarcado numa plataforma de petróleo, com a preparação para a prova. Mas não era um estudo sistematizado. Assim, o engenheiro naval pediu férias um mês antes da prova para estudar.

- Estudava diariamente, na parte da manhã e da tarde. Não teria como ser um especialista em todas as disciplinas, então procurei ser objetivo e mergulhar nos pontos principais de cada uma. A cada dia, alternava os assuntos para não tornar o estudo cansativo.

Os dois avisam aos candidatos que é preciso se preparar para o tempo de prova, resolvendo exames anteriores. E vale lembrar que, a cada bloco de questões, o peso delas aumenta. Rodrigo, por exemplo, optou por fazer a prova de trás para a frente:

- Assim, eu fiz com a cabeça mais fresca as questões que valiam mais.

Já Roberto resolveu a prova na na sequência correta, mas não parava em questões que suscitavam dúvidas.

- Eu passava para a seguinte, para depois voltar para as mais complicadas - complementa Roberto.

A concorrência que os participantes vão enfrentar promete ser acirrada. Para se ter uma ideia, no último concurso, que visava à ocupação de 502 postos, realizado em março de 2010, 88 mil candidatos se inscreveram, enfrentando uma concorrência de 174 por vaga. Já no processo seletivo anterior, lançado em dezembro de 2009, cujas inscrições foram encerradas em janeiro do ano passado, um total de 248 mil candidatos concorreram às 819 oportunidades - 302 para cada vaga. Agora, foi dada a largada para a seleção de 2011. É sentar e estudar.

Fonte: O Globo

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Free Website templatesFree Flash TemplatesRiad In FezFree joomla templatesSEO Web Design AgencyMusic Videos OnlineFree Wordpress Themes Templatesfreethemes4all.comFree Blog TemplatesLast NewsFree CMS TemplatesFree CSS TemplatesSoccer Videos OnlineFree Wordpress ThemesFree Web Templates
Subir