500 engenheiros de petróleo


O Brasil precisará formar anualmente cerca de 500 engenheiros de petróleo para atender a todas as áreas de E&P nos próximos anos, estima o coordenador do curso de Engenharia de Petróleo da PUC-Rio, Sérgio Fontoura. No cálculo, o acadêmico inclui profissionais sem formação específica na área.

“Não falo apenas de engenheiros de perfuração, reservatórios ou de produção; esses são os engenheiros de petróleo clássicos. Existem muitos outros engenheiros que trabalham numa operação de petróleo que não são identificados como engenheiros de petróleo”, argumenta.

Segundo Fontoura, na falta de profissionais especializados, o mercado vem transformando engenheiros de outras áreas em engenheiros de petróleo. Ele cita como exemplo a Petrobras, que contrata cerca de 200 engenheiros de petróleo por ano. “Qualquer tipo de engenheiro está apto a participar dos concursos para essas vagas”, conta.

Parceria
Nesta quarta-feira (23/2), a PUC-Rio e a Chevron assinarão acordo que beneficiará, entre este ano e 2013, cerca de 100 alunos do curso de Engenharia de Petróleo da universidade. A parceria prevê investimentos da ordem de R$ 2 milhões a serem aportados pela Chevron em infraestrutura laboratorial – com novos equipamentos para os laboratórios de Mecânica das Rochas, Petrofísica e Fluidos de Perfuração e de Reservatórios – e concessão de bolsas de estudo. O acordo envolverá ainda a co-orientação dos trabalhos de conclusão de curso dos estudantes pré-selecionados por funcionários da empresa. “Além de ter aplicação na indústria, os trabalhos terão a visão da indústria”, ressalta Fontoura.

Fonte: Energia Hoje

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Free Website templatesFree Flash TemplatesRiad In FezFree joomla templatesSEO Web Design AgencyMusic Videos OnlineFree Wordpress Themes Templatesfreethemes4all.comFree Blog TemplatesLast NewsFree CMS TemplatesFree CSS TemplatesSoccer Videos OnlineFree Wordpress ThemesFree Web Templates
Subir