PETROBRAS ASSINA CONTRATO PARA OBRAS EM ABREU E LIMA


Apesar dos problemas com a paralisação das obras da Refinaria Abreu e Lima, que deixou as atividades no canteiro suspensas por dez dias – o trabalho foi retomado na última quinta-feira, após acordo entre trabalhadores, sindicalistas e dirigentes do consórcio Conest, encabeçado pela construtora Odebrecht -, as parcerias para a planta seguem sendo feitas. No último dia 10, a Petrobras assinou acordo para as obras de engenharia, suprimento e construção (EPC) da Unidade Manuseio de Coque (pátio de coque) da refinaria.

O contrato, acertado com as empresas Fidens Engenharia S.A. e Milplan Engenharia Construção e Montagens S.A., tem prazo de 870 dias e prevê o projeto do sistema de manuseio de coque; fornecimento de equipamentos (semi-pórticos, trituradores, transportadores de correia, retomadoras, sistemade carregamento de caminhões e sistema de pesagem e faturamento); construção civil do pátio e suas edificações e montagem dos equipamentos do espaço.

Segundo Geraldo Canthé, gerente de Planejamento da Fidens, também foram apontadas as prioridades para a mobilização inicial de colaboradores e equipamentos. No pico da obra, teremos cerca de 850 colaboradores diretos e 130 indiretos contratados pelo consórcio. A mobilização de mão de obra indireta já está a pleno vapor e na segunda quinzena de abril começaremos o estaqueamento, antecipando o início das obras, destaca.

O contrato será realizado sob o regime de EPC (Engineering, Procurement and Construction) para a Unidade de Manuseio de Coque e inclui fornecimento parcial de materiais, fornecimento de equipamentos, projeto, construção civil, montagem eletromecânica, preservação, condicionamento, testes, assistência técnica e treinamentos na Refinaria Abreu e Lima, segundo informações do site da Fidens.

A paralisação
Os funcionários da refinaria estavam parados desde o dia 7 de fevereiro, reivindicando melhores condições de trabalho, entre elas concessão de cartão de alimentação no valor mensal de R$ 300; pagamento de 100% de adicional sobre as horas extras realizadas aos sábados e plano odontológico gratuito. Os trabalhadores também exigiam o pagamento dos dias em que estavam sob regime de greve e assistência médica ao operário atingido por uma bala perdida durante pronunciamento do sindicato no dia 9.

Fonte: Nicomex Notícias
nicomex@nicomex.com.br

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Free Website templatesFree Flash TemplatesRiad In FezFree joomla templatesSEO Web Design AgencyMusic Videos OnlineFree Wordpress Themes Templatesfreethemes4all.comFree Blog TemplatesLast NewsFree CMS TemplatesFree CSS TemplatesSoccer Videos OnlineFree Wordpress ThemesFree Web Templates
Subir