PETROBRAS FINALIZA LICITAÇÃO DE SETE SONDAS


A Petrobras oficializou a aprovação do processo para construção das sete primeiras sondas, de um total de 28 unidades de perfuração marítima, destinadas ao pré-sal. Os equipamentos irão atender ao programa de perfuração de longo prazo da estatal. As sondas serão construídas no Brasil, no Estaleiro Atlântico Sul (EAS), vencedor da licitação com preço final de US$ 4, 637 bilhões, e a previsão de entrada em operação é para 2015.

Localizado em Pernambuco, o EAS apresentou uma redução no seu preço inicial de US$ 13 milhões, atingindo um valor inicial por sonda de US$ 662.428.590. Durante a construção, a previsão é de abertura de 32 mil postos de trabalho, diretos e indiretos, em oito anos. Na fase de operação, serão 10 mil empregos (diretos e indiretos), para um período de 10 anos. Com o projeto das sondas no país, a Petrobras espera “criar condições para que seja técnica e economicamente viável a construção de plataformas de última geração para águas profundas e ultraprofundas no Brasil.”

Para administrar a construção das sondas, a Petrobras criou a Sete Brasil S.A (Sete BR), empresa que assumirá, não só o contrato com o EAS, mas também os que virão. “A Sete BR é uma empresa constituída pelo Fundo de Investimentos em Participações - FIP Sondas, gerido pela Caixa Econômica Federal (CEF), que detém 90% da empresa e terá como quotistas investidores de mercado, incluindo fundos de pensão e bancos de investimentos brasileiros. A Petrobras deterá 10% das ações da nova empresa”, explica a Petrobras, em nota.

Para financiar a construção dos equipamentos, a Sete BR irá contar com capital próprio, proveniente de sócios, além de recursos de financiamento do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). Este tomará a parte referente ao conteúdo brasileiro de bens e serviços para construção de cada sonda.

Nova descoberta
Na última terça-feira, dia 15, a Petrobras comunicou ao mercado mais uma descoberta no pré-sal da Bacia de Santos. A nova acumulação de petróleo foi encontrada no poço 4-BRSA-818 (4-RJS-668), informalmente denominado Macunaíma. A região está localizada a 244 km da costa do Rio de Janeiro, no bloco BM-S-10, do qual a estatal é operadora com 65%, ao lado da BG Group (25%) e Partex Brasil (10%).

Fonte: Nicomex Notícias
nicomex@nicomex.com.br

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Free Website templatesFree Flash TemplatesRiad In FezFree joomla templatesSEO Web Design AgencyMusic Videos OnlineFree Wordpress Themes Templatesfreethemes4all.comFree Blog TemplatesLast NewsFree CMS TemplatesFree CSS TemplatesSoccer Videos OnlineFree Wordpress ThemesFree Web Templates
Subir