HRT vai contratar três sondas


A HRT Oil & Gas deve lançar na próxima semana uma licitação para contratação de três sondas. As unidades – duas de perfuração e uma de workover – vão atuar nos blocos do sul Bacia do Solimões, no Amazonas.

A unidade de workover será direcionada a três das 11 acumulações já identificadas na região. A ideia é abrir poços já para início de produção, revela o diretor presidente da empresa, Márcio Mello, que participou de teleconferência para investidores e analistas nesta sexta-feira (18/3).

Com a contratação das três novas sondas, a frota alugada pela petroleira no Brasil passará a ser de sete unidades. A primeira delas está sendo montada para campanha no bloco SOL-T-170, processo 60% concluído. O início da perfuração, que era previsto para o começo de março, atrasou por conta das fortes chuvas na região. A expectativa agora é começar a atividade entre o final deste mês e o início de abril.

A segunda sonda da empresa começará a ser transportada para o bloco SOL-T-169 nos próximos dez dias, disse o executivo. Já as duas sondas contratadas à Queiroz Galvão chegam no final deste mês.

A campanha exploratória da empresa prevê a perfuração de 12 poços na região. A petroleira também pretende licitar no final deste mês 500 km2 de sísmica 2 D e vai lançar um outro edital para aquisição de 500 km2 de sísmica 3D inicial. “Este trabalho é fundamental para a perfuração de poços horizontais”, afirmou Mello.

A empresa também irá perfurar poços verticais na região, em busca do horizonte devoniano. Os estudos feitos indicam perspectiva de óleo leve.

A HRT detém 55% de 21 blocos exploratórios na bacia. A expectativa da empresa é estar produzindo até o fim deste ano 2.500 barris/dia de óleo.

Em termos de reservas gasíferas, a petroleira estima um volume recuperável de 556 milhões de barris de óleo equivalente em oito dos doze poços perfurados no Solimões. O valor leva em consideração uma taxa de recuperação de 35%. O executivo aposta que a taxa real é o dobro disso. “Recebemos consultas de diversas empresas para compra do nosso gás, solicitando um platô de produção de 10 milhões de m3/dia”, contou.

Fonte: Energia Hoje

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Free Website templatesFree Flash TemplatesRiad In FezFree joomla templatesSEO Web Design AgencyMusic Videos OnlineFree Wordpress Themes Templatesfreethemes4all.comFree Blog TemplatesLast NewsFree CMS TemplatesFree CSS TemplatesSoccer Videos OnlineFree Wordpress ThemesFree Web Templates
Subir